Formalização de empreendedores no Coramara e Alto União

Sala

Mais dois bairros de Cachoeiro de Itapemirim recebem nos próximos dias a visita da unidade móvel de formalização de empreendedores da prefeitura. Na terça-feira (29), moradores do Coramara serão atendidos das 8h ao meio-dia, ao lado da escola municipal “Prof. Deusdedit Baptista”. Já no dia 6, a parada será no Alto União. A unidade estará, no mesmo horário, na praça em frente à escola municipal “Maria das Neves Soares de Albuquerque Espíndula”.
“É mais um incentivo que estamos dando para que as pessoas que trabalham por conta própria legalizem suas atividades, se tornando microempreendedores individuais (MEI). Levamos informações sobre as vantagens da formalização e damos entrada no processo”, explica o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Ricardo Coelho.

Ao se formalizar, o empreendedor passa a ter registro no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), o que facilita a abertura de conta bancária, o pedido de empréstimos e a emissão de notas fiscais. Além disso, o MEI é enquadrado no Simples Nacional e fica isento dos tributos federais (Imposto de Renda, PIS, Cofins, IPI e CSLL). Com isso, paga apenas um valor fixo mensal, destinado à Previdência Social e ao ICMS ou ao ISS, e garante acesso a benefícios como auxílio maternidade, auxílio doença, aposentadoria, entre outros.

A Sala do Empreendedor Itinerante foi lançada no último mês de março, em parceria com a Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo. A unidade já esteve nos bairros Aeroporto, Nova Brasília, Paraíso, Coronel Borges, Village da Luz e nos distritos de Itaoca e Soturno. Nela também é possível consultar linhas de crédito para investimento em pequenos negócios.

“O volume de atendimento tem aumentado a cada visita. As pessoas elogiam a comodidade de receber o serviço perto de suas casas e até moradores de outras regiões têm ido ao encontro da unidade. É uma ferramenta importante para aumentarmos ainda mais o número de pequenos negócios na cidade”, destaca Ricardo Coelho.

Documentos
Para dar entrada no processo de formalização, é preciso apresentar RG, CPF, comprovante residência e carnê de IPTU. Para a consulta de crédito, são os mesmos documentos, exceto o talão de IPTU, que dá lugar à certidão de estado civil.



Publicidade


Outras Notícias


Espírito Santo enfrenta desafio de vencer transmissão vertical do HIV, da hepatite B e da sífilis

Leptospirose é doença grave e transmitida por água contaminada de enchentes

Publicado decreto que autoriza uso do FGTS para compra de próteses

Saiba mais sobre as vacinas contra a gripe disponíveis no Brasil

Santo Apolônio, seu amor a Deus foi concreto

Inscrições para Cachoeirense Ausente de 2018 abrem nesta sexta (23)

Desfile e mostra cultural festejam emancipação de Cachoeiro

“A defesa da água é a defesa da vida”, afirma Papa

São Zacarias, Papa

Mais de cinco mil assinaturas reivindicam asfalto em comunidades de Alegre

São Nicolau de Flue, eremita

Prefeitura de Cachoeiro tenta disciplinar trânsito em cruzamento

Pai é preso suspeito de estuprar a filha de 11 anos em Marataízes

PM encontra pé de maconha dentro de casa em Cachoeiro

Torta Capixaba Orgulho da Nossa Gastronomia

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.