Autores capixabas lançam livros na V Bienal Rubem Braga

C0512_celia

Começam nesta quarta-feira (14), a partir das 9h, na praça de Fátima, Centro de Cachoeiro de Itapemirim, as atividades da Sala Rubem Braga, área destinada a lançamentos de livros escritos por autores locais e de outras cidades capixabas. O espaço, que estará aberto ao público durante a programação da V Bienal Rubem Braga, será administrado, em parceria, pela Secretaria Municipal de Cultura e pela Academia Cachoeirense de Letras (ACL).

Ao todo, até domingo (18), serão lançadas 20 obras, cujos gêneros variam da crônica à psicanálise e, ainda, à literatura de cordel. Destas, três publicações foram produzidas com recursos disponibilizados pelo município através do último edital da Lei Rubem Braga, de 2013: “Às Margens do Rio Itapemirim”, de Ariette Moulin Costa; “Profanus”, de José Marcelo Grillo; e “A Mulher sem Memória”, de Célia Ferreira.

“Ter um livro lançado durante uma bienal é algo que, com certeza, qualifica o trabalho de todo autor. Sem contar que, pra mim, é um imenso prazer estar em ótimas companhias, ao lado de meus amigos, que também estarão divulgando suas obras”, destaca Célia, que lança, no sábado (17), às 11h, sua primeira coletânea de crônicas, algumas das quais já foram publicadas na imprensa de Cachoeiro.

Nesta edição da Bienal, de acordo com o professor e vereador David Lóss, atual presidente da ACL, a instituição terá uma participação mais efetiva. “A nossa academia, agora, passa a desempenhar o papel de protagonista, sobretudo promovendo lançamentos, além de alguns relançamentos, de nossos autores”.

Confira a programação completa da Sala Rubem Braga:
Quarta-feira – 14/05/14
9h – Arte no Divã, de Roney Moraes
11h – Falando Francamente, de Marilene Depes
14h – Mare Tenebrae, de Luis Paulo Faustini
16h – Riomar, de Tânia Lucia Marchiori
17h – O Segredo de Esplendora, de Tatty Mateto

Quinta-feira – 15/05/14
9h – Nosso Pequeno Cachoeiro, de Evandro Moreira
15h – A Sétima Conquista, de Marília Mignoni
17h – Cachoeiro e Outras Capitais, de Sérgio Damião

Sexta-feira – 16/05/14
9h – No Tempo da Onça, de Maria Elvira Tavares
11h – Crônicas sujas – Memórias de Névoa, de João Moraes
17h – Rubem Braga e Luz Del Fuego em Literatura de Cordel, de Aélcio De Bruim

Sábado – 17/05/14
9h – Eternamente Mengão, de Luiz Carlos Brandão
11h – Às Margens do Rio Itapemirim, de Ariette Moulin Costa; Profanus, de José Marcelo Grillo; e A Mulher sem Memória, de Célia Ferreira
14h – A Capitoa, de Bernadette Lyra
15h – A história do mundo sem cor e Irmão pra quê?, de Carolina Barberan
17h – Apontamentos sobre o Delírio, de Daniel Mello

Domingo – 18/05/14
9h – Enquanto a Caravana Ladra os Cachorros Passam, de Jurandyr Adversi, e Eu Sou, de Salmo Calazans



Publicidade


Outras Notícias


Espírito Santo enfrenta desafio de vencer transmissão vertical do HIV, da hepatite B e da sífilis

Leptospirose é doença grave e transmitida por água contaminada de enchentes

Publicado decreto que autoriza uso do FGTS para compra de próteses

Saiba mais sobre as vacinas contra a gripe disponíveis no Brasil

Santo Apolônio, seu amor a Deus foi concreto

Inscrições para Cachoeirense Ausente de 2018 abrem nesta sexta (23)

Desfile e mostra cultural festejam emancipação de Cachoeiro

“A defesa da água é a defesa da vida”, afirma Papa

São Zacarias, Papa

Mais de cinco mil assinaturas reivindicam asfalto em comunidades de Alegre

São Nicolau de Flue, eremita

Prefeitura de Cachoeiro tenta disciplinar trânsito em cruzamento

Pai é preso suspeito de estuprar a filha de 11 anos em Marataízes

PM encontra pé de maconha dentro de casa em Cachoeiro

Torta Capixaba Orgulho da Nossa Gastronomia

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.