Justiça declara ilegal greve dos professores da rede estadual

125887-protesto-1

Uma decisão do Desembargador Carlos Henrique Rios do Amaral, publicada nesta quinta-feira (15), declarou ilegal a greve dos professores das redes de ensino estaduais. Os servidores paralisaram as atividades no dia 14 de abril. Entre as reivindicações, estão reposição salarial das perdas da inflação e o respeito à lei do piso.

A decisão, que declara a ilegalidade da greve, determina também, o imediato retorno aos serviços nas unidades educacionais. Em caso de descumprimento está previsto multa de R$ 20 mil diários e corte no ponto dos professores.

De acordo com a liminar, até esta quinta-feira (15), somando todos os dias de greve, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Estado do Espírito Santo, Sindiupes, deverá pagar R$ 631.084,36, no prazo de 15 dias.

Sindiupes mantém greve
Gean Carlos Nunes, diretor do Sindupes, declarou que o sindicato ainda não foi notificado pela justiça, e que a greve será mantida. De acordo com ele, no próximo dia 21 de maio a categoria realizará uma nova assembleia para definir os rumos do movimento.



Publicidade


Outras Notícias


Bienal Rubem Braga terá encontro nacional de literatura fantástica

Dia D de vacinação contra gripe em Cachoeiro é no sábado (12)

Inscrições no Enem já começaram

Inscrições para o Enem passam de 200 mil em uma hora e meia

São Pedro de Tarantásia, foi um homem pacificador

Diocese de Cachoeiro adota medidas para evitar contágio de gripes

Santa Casa lança campanha para incentivar mulheres a doar sangue

Estudantes são assaltadas na porta de faculdade em Cachoeiro

Homem é morto durante tentativa de assalto em Cachoeiro

Nasceu; e agora? Psicólogos explicam como lidar com a depressão pós-parto

Atenção, motoristas! IPVA de veículos com finais de placas de 6 a 0 começa a vencer

Prorrogado para 10 de maio prazo para renovar contratos do Fies

Campanha de vacinação em todo o país vai até 01 de junho

Conta de luz: Em maio bandeira tarifária mais cara

São Floriano, padroeiro dos bombeiros

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.