Produtos capixabas na mira da certificação internacional

Capixaba 2

Três produtos, entre eles o socol de Venda Nova estão com procedimentos abertos no INPI para conquista do Certificado de Indicação Geográfica, que identifica internacionalmente a região de origem do produto

O Espírito Santo poderá ser conhecido internacionalmente como a terra do inhame, do socol e da carne de sol. Os três produtos tipicamente capixabas estão com procedimentos abertos no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) para conquista do Certificado de Indicação Geográfica- IG, que identifica internacionalmente a região de origem do produto.

Ess é a mesma certificação conquistada em 2012 pelo cacau produzido no município de Linhares, sendo até então o único produto da agropecuária do Espírito Santo e o único cacau do território nacional a possuir tal reconhecimento.

“O objetivo é fazer com que as pessoas e o mundo reconheçam nossos produtos e saibam a origem deles. Esse reconhecimento é muito importante para o nosso Estado, pois vamos conquistando os consumidores pela qualidade oferecida. E não queremos ficar apenas no Espírito Santo, vamos continuar levando o agroturismo capixaba para todo o Brasil e o mundo. O agroturismo e as atividades não agrícolas são importantes geradoras de renda e emprego nas áreas rurais de nosso Estado”, destaca o secretário de Estado da Agricultura, Enio Bergoli.

Os três produtos contam com novas marcas específicas para destacar a produção capixaba no mercado. A novidade foi apresentada no grupo de trabalho formado pelas secretarias de Estado da Agricultura (Seag) e do Turismo (Setur), Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Instituto de Inovação e Tecnologias Sustentáveis (Inovates) e associações dos produtores.
O município de Venda Nova do Imigrante se destaca pela produção do socol. O produto é um aperitivo feito com lombo de porco, sal, pimenta e alho. Antigamente era produzido na Itália e com o passar dos anos, a produção esquecida no Brasil foi resgatada pelas mãos de algumas famílias descendentes de italianos nas montanhas capixabas.

Cacilda Caliman, ou “Tia Cacilda” como é conhecida, é de uma família tradicional de Venda Nova do Imigrante e conta que a produção do socol mudou a vida de da família. “Começamos a produzir o socol e consegui tirar meu filho do cabo da inchada. Tiramos nosso sustento da venda do produto”, comenta.

Além do socol, o inhame e a carne de sol também estão com “raízes” no Espírito Santo. O “Inhame de São Bento” é a espécie cultivada, principalmente na região de São Bento de Urânia, em Alfredo Chaves. Durante o plantio do tubérculo, o uso de insumos é menor do que as outras espécies. “Com essa nova marca, vamos fazer com que os consumidores reconheçam nosso produto no mercado, não só aqui no Espírito Santo, mas no Brasil e até no mundo”, ressalta o produtor Jandir Gratieri.

Já a carne de sol é um produto típico dos municípios de Montanha, Pinheiros, Ponto Belo e Mucurici, no extremo Norte do Estado. Os terrenos planos, sem morros, característicos da região evitam que o gado faça muito esforço, desenvolvendo músculos. O preparo da carne leva apenas sal e, diferentemente da cultura popular, depois é levada para curtir fora da exposição ao sol.

Mais imagems

Capixaba 1


Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.