Justiça determina que Prefeitura de Atílio Vivácqua construa casa para família em risco

Mpes

O Ministério Público do Estado (MPES), por meio da Promotoria de Justiça de Atílio Vivácqua, obteve medida liminar da Justiça na ação civil pública (ACP) em face da prefeitura para que providencie moradia digna para uma família carente que vive na região rural do município. O magistrado determinou o cumprimento da medida em dez dias, contados a partir da citação. A decisão judicial impôs ainda multa diária no valor de R$ 500, caso a prefeitura não a cumpra.

O Centro de Apoio Operacional de Defesa Comunitária (Caco) do MPES auxiliou a Promotoria de Justiça por meio de uma consulta realizada ao município, que comprovou, via laudos da Secretaria Municipal de Engenharia e Obras e de uma assistente social, que a família, composta pelos pais e seis crianças, encontra-se em extrema situação de vulnerabilidade social, com toda a sorte de privações materiais, destacando-se as precárias condições de moradia, com aparentes rachaduras e buracos no teto da residência. Além disso, é iminente o risco de vida a todos os moradores da residência, sendo necessária a demolição do local e a remoção urgente de seus moradores.

A prefeitura informou que já havia licitado o material para construir uma nova moradia em terreno que foi cedido por um familiar. No entanto, posteriormente, a Secretaria Municipal de Ação Social comunicou que o terreno doado está localizado em área territorial do município de Cachoeiro de Itapemirim.

O MPES constatou que era a pretensão da administração municipal se eximir da sua responsabilidade, mesmo a família residindo em Atílio Vivácqua e sendo assistida pela Secretaria de Ação Social do município.

A Justiça determinou que o órgão municipal providencie moradia digna para a família, independente de programa de aluguel social ou casa popular, e destacou, ainda, que é dever do poder público assegurar, com absoluta prioridade, a efetivação dos direitos referentes à vida, à moradia, à proteção da infância e à assistência aos desamparados, que são direitos sociais.



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.