Suposto golpista de quadrilha nacional acusado de aplicar golpes milionários é preso no Estado

2775965-patrimonial

Foi preso, nesta sexta-feira (8), Rogério Badaró. O homem é suspeito de integrar uma quadrilha que aplicava golpes milionários em todo o Brasil. De acordo com a polícia, somente em uma ação no ano passado, o bando conseguiu levar R$ 600 mil de uma vítima em Cachoeiro de Itapemirim, e US$ 150 mil de um empresário em Conceição do Castelo.

Para ludibriar as vítimas, Badaró afirmava que era de Brasília e dizia ser agente da Casa da Moeda à procura de clientes. Segundo Josemar Sperandio, titular da Delegacia Patrimonial e responsável pela prisão, o suposto golpista conversava com as vítimas, e afirmava que caso o cliente desse uma quantia, ele conseguiria obter até 40% de lucro sobre o valor entregue.

De acordo com o delegado, outras pessoas que aplicam o mesmo golpe continuam soltas. “É uma quadrilha muito grande. Eles oferecem às vítimas a compra de dinheiro. Se o cliente desse R$ 600 mil, ele afirmava que daria R$ 1 milhão em troca. O Badaró é apenas um elo do Espírito Santo com o resto do Brasil”, afirmou.

O homem foi reconhecido pelas vítimas e foi autuado pelos crimes de roubo e formação de quadrilha. De acordo com o delegado, Badaró está preso aguardando a decisão da justiça.



Publicidade


Outras Notícias


PREFEITURA DE CACHOEIRO E SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE AMPLIA EXAMES

Caminhoneiro sofre sequestro-relâmpago e tem caminhão roubado em Cachoeiro

Motorista morre afogado em Itapemirim

Jovem de 15 anos morre após perder o controle de motocicleta na curva de Boa Vista, em Marataízes.

Público não comparece ao Carnaval de Cachoeiro

São Martiniano - O jovem eremita

Caminhão e carro batem de frente e duas pessoas morrem na BR 101 em Atílio Vivácqua

Campanha coleta mais de 40 toneladas de lixo eletrônico em Cachoeiro

Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.