Lançado selo comemorativo dos 30 anos de preservação da Cachoeira da Fumaça

Cachoeira_pale_zuppani

O final de semana foi de festa no Parque Estadual Cachoeira da Fumaça (PECF), em Alegre, marcado por uma série de atividades que comemoraram os 30 anos de proteção ambiental da queda d’água. No domingo (24), além da apresentação do Conselho do Parque à comunidade e da abertura de uma exposição fotográfica no local, foi realizada uma cerimônia de lançamento do selo comemorativo dos 30 anos de preservação da cachoeira. O ponto alto do evento foi o parabéns simbólico ocorrido aos pés da queda d’água.

Visitantes da unidade e a comunidade do entorno estiveram no local prestigiando as comemorações, que tiveram início na sexta-feira (22) com a participação de crianças de escolas vizinhas ao parque, que realizaram durante todo o dia atividades recreativas no local, com direito a bolo de aniversário.

A população pôde visitar a exposição de fotografias antigas e recentes da unidade que resgata a história da região. Até novembro ocorrerão várias atividades comemorativas dos 30 anos de proteção da Cachoeira da Fumaça.

Durante a cerimônia de lançamento do selo comemorativo, o diretor-presidente do Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema), Tarcísio Föeger, ressaltou a importância da gestão da unidade de conservação ser realizada em parceria com o conselho gestor da unidade. Para ele, é muito importante a relação do órgão estadual com a comunidade por meio deste conselho. “A gestão do Parque têm que ser negociada, participativa e democrática. O Parque é um patrimônio da comunidade”, acredita Föeger.

O diretor-presidente do Iema contou que quando o órgão iniciou a gestão do Parque da Cachoeira da Fumaça eram apenas 24 hectares de área protegida, mas que atualmente são cerca de 162 hectares de proteção ambiental. “É um parque modelo, porque é totalmente regularizado do ponto de vista fundiário”, resumiu.

A coordenadora de Áreas Protegidas do Iema, Josyani Trarbach, acredita que a posse do conselho da unidade é um instrumento importante de gestão participativa e que é uma grande satisfação acompanhar o crescimento da área protegida do Parque ao longo dos últimos 30 anos.

Em seu discurso, o gestor do parque Leoni Soares Contaifer, parabenizou as iniciativas de preservação do Parque, e também da cascata, realizadas ao longo dos últimos 30 anos. Segundo ele, a primeira delas foi o decreto, em 1984, que autorizou a desapropriação dos terrenos; depois a construção da sede da unidade e, por fim, a própria criação do Parque, em 2009.

“O selo é a concretização da vitória da proteção ao Parque e à Cachoeira da Fumaça. É uma forma de coroar o processo de preservação deste espaço público, que é um ícone da cultura e do turismo capixaba”, completou Leoni Contaifer.

Além da belíssima cachoeira, com queda d’água de 144 metros de altura e própria para banho, a unidade oferece trilhas que devem ser agendadas previamente pelo telefone (28) 9 9942-5658. O parque funciona diariamente.

Parque Estadual Cachoeira da Fumaça

Situado na Região do Caparaó, teve sua área original desapropriada em agosto de 1984, por meio do decreto n°2791-E, sendo instituído e ampliado, em fevereiro de 2009, por meio dos decretos n°2220-R e n°155-S. O Parque protege nascentes e remanescentes de um trecho conservado do Rio Braço Norte Direito, afluente do Rio Itapemirim.

A região é formada por fragmentos florestais de mata ciliar e vegetação rupestre. Parte da área de pastagem foi restaurada com espécies nativas.

Ao longo do rio a paisagem apresenta cascatas e corredeiras. Sua flora é marcada por bromélias, helicônias, jacarandás-de-espinho, dentre outros, e a fauna é representada por animais raros como maitaca, martin-pescador-grande, lontra e gato-do-mato-pequeno. É uma das unidades mais procuradas para visitas escolares e por turistas.



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.