Ministério Público do ES quer impedir corte de orçamento da saúde em Cachoeiro de Itapemirim

1085321-medico

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio da Promotoria de Justiça Cível de Cachoeiro de Itapemirim, enviou uma notificação recomendatória para a prefeitura e para a câmara municipal para impedir a redução do orçamento destinado à Saúde do município.

O MPES afirmou que quer que seja cumprida a resolução do Conselho Municipal de Saúde, que aprovou, no planejamento estratégico de 2014 a 2017, o orçamento de R$ 35 milhões para o setor em 2015.

Segundo a notificação, esse orçamento já foi reduzido em R$ 3 milhões, a pedido do Executivo. No entanto, segundo o Ministério Público, o município ainda pretende diminuir outros R$ 3 milhões.

Por conta disso, a Promotoria de Justiça requer que a prefeitura e câmara municipal alterem a proposta de lei orçamentária anual, alegando que o princípio da proibição do retrocesso impede o recuo em matéria de direitos a prestações positivas do Estado, como o direito à saúde.

Contudo, em nota, a prefeitura de Cachoeiro de Itapemirim informou que o orçamento da saúde previsto para 2015 é de R$ 62,7 milhões.



Publicidade


Outras Notícias


Cachoeiro se prepara para receber mais uma edição da Stone Fair

Bienal Rubem Braga terá encontro nacional de literatura fantástica

Dia D de vacinação contra gripe em Cachoeiro é no sábado (12)

Inscrições no Enem já começaram

Inscrições para o Enem passam de 200 mil em uma hora e meia

São Pedro de Tarantásia, foi um homem pacificador

Diocese de Cachoeiro adota medidas para evitar contágio de gripes

Santa Casa lança campanha para incentivar mulheres a doar sangue

Estudantes são assaltadas na porta de faculdade em Cachoeiro

Homem é morto durante tentativa de assalto em Cachoeiro

Nasceu; e agora? Psicólogos explicam como lidar com a depressão pós-parto

Atenção, motoristas! IPVA de veículos com finais de placas de 6 a 0 começa a vencer

Prorrogado para 10 de maio prazo para renovar contratos do Fies

Campanha de vacinação em todo o país vai até 01 de junho

Conta de luz: Em maio bandeira tarifária mais cara

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.