Três novas agroindústrias para gerar renda no campo

C0923_agro

O distrito de Pacotuba, em Cachoeiro de Itapemirim, ganha mais oportunidades de emprego e geração de renda com a abertura de três agroindústrias. Localizados na comunidade de Pedra Lisa, os empreendimentos rurais, que têm apoio da prefeitura, serão inaugurados nesta quinta-feira (25), às 19h.

Um deles, batizado de “Cantinho da Pedra”, é composto por seis trabalhadoras rurais da lavoura de café, que decidiram fabricar pães, bolos, biscoitos e doces. Elas montaram a agroindústria com recursos do Fundo Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável, cerca de R$ 15 mil, usados na compra dos equipamentos para produção.
Os outros dois empreendimentos, “Sabores de Pedra Lisa” e a “Sala do Mel”, se tornaram realidade graças a uma parceria entre a comunidade, a prefeitura e a Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo do Estado (Aderes). O primeiro também vai fabricar bolos e outros produtos caseiros, e a segunda, mel puro.

Cada uma vai beneficiar, diretamente, cerca de seis pessoas. Elas ficaram responsáveis pela construção do espaço, o município elaborou os projetos e ofereceu assistência técnica, e a Aderes adquiriu os equipamentos necessários, que somaram um valor de R$ 60 mil.

“Todas essas iniciativas partem de intenções comuns, como a de criar alternativas de renda para o meio rural, diversificar a produção, incluir as mulheres no processo produtivo e incentivar a saída da informalidade”, frisa a subsecretária de Agricultura Familiar de Cachoeiro, Edlene Barros.

A solenidade de inauguração vai ocorrer na Igreja Católica, e contará com as presenças do prefeito Carlos Casteglione, do secretário municipal de Agricultura e Abastecimento, José Arcanjo Nunes, de representantes da Aderes e membros da comunidade.

Produtos com garantia de procedência

A qualidade dos produtos das agroindústrias é uma das principais preocupações da prefeitura, que oferece assistência técnica para que os fabricantes garantam a aprovação dos órgãos responsáveis pela fiscalização.

“A regularização é fundamental para que os grupos possam inserir seus produtos no comércio local, nas vendas a varejo e nas compras governamentais. Para isso, são muito importantes as parcerias existentes entre os órgãos do município e o governo Estadual, que têm essa meta em comum”, afirma a gerente de Agroindústria da prefeitura de Cachoeiro, Alessandra Albergaria



Publicidade


Outras Notícias


PREFEITURA DE CACHOEIRO E SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE AMPLIA EXAMES

Caminhoneiro sofre sequestro-relâmpago e tem caminhão roubado em Cachoeiro

Motorista morre afogado em Itapemirim

Jovem de 15 anos morre após perder o controle de motocicleta na curva de Boa Vista, em Marataízes.

Público não comparece ao Carnaval de Cachoeiro

São Martiniano - O jovem eremita

Caminhão e carro batem de frente e duas pessoas morrem na BR 101 em Atílio Vivácqua

Campanha coleta mais de 40 toneladas de lixo eletrônico em Cachoeiro

Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.