Carro dirigido por Aécio está em nome de emissora

Aecio-neves-senador-psdb-minas-gerais-size-598

Ao contrário do que informou a assessoria de Aécio Neves (PSDB-SP) no domingo, o carro que o senador dirigia quando foi parado em uma blitz no Rio de Janeiro não está em seu nome. A Land Rover pertence à Rádio Arco-Íris de Betim (MG), filiada da Joven Pan no município. A proprietária da rádio é a irmã do senador, Andrea Neves.

De acordo com o Ministério das Comunicações, o último licenciamento da rádio foi aprovado em março de 2004 e o veículo não possui débitos no processo de concessão. Segundo a assessoria de Aécio, o carro – que está em nome da rádio -, é compartilhado entre os irmãos quando eles estão em viagem ao Rio de Janeiro. Além do veículo, Andrea possui um apartamento na cidade. A Land Rover não consta na declaração do Imposto de Renda do senador.

Aécio teve sua carteira de habilitação apreendida na madrugada deste domingo durante uma blitz da Lei Seca, no bairro do Leblon. O político mineiro estava com o documento vencido e não quis fazer o teste do bafômetro. Por causa da recusa, Aécio teve que pagar multa de pouco mais de 957 reais.

Segundo a assessoria de imprensa do senador, ele pediu a um taxista para dirigir o veículo até sua residência a poucos quarteirões do local da blitz. A assessoria justificou a recusa do teste do bafômetro dizendo que uma vez constatado o vencimento do documento de habilitação e providenciado outro motorista para condução do veículo, o exame não foi realizado.

O episódio envolvendo Aécio gerou preocupação ao grupo de tucanos que o veem como expoente da oposição e possível candidato à Presidência em 2014. O fato ocorreu onze dias depois de o senador proferir um discurso de oposição no Plenário do Senado. Aécio deixou claro na ocasião que pretende liderar a oposição, bateu no PT e criticou o início da gestão da presidente Dilma Rousseff.

Mas os efeitos do discurso podem ser arranhados com o ocorrido no domingo. Infringir a legislação pode virar prato cheio para os petistas, que estão de olho nos atos falhos do adversário tucano. Todos eles podem servir de material de campanha para uma suposta candidatura à reeleição de Dilma Rousseff.



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.