Estudo para ampliação do aeroporto de Cachoeiro é aprovado

Aero

O estudo preliminar para as obras de reforma e ampliação do aeroporto de Cachoeiro de Itapemirim foi aprovado pelo governo federal.

O comunicado foi feito à prefeitura, via ofício do Departamento de Gestão do Programa Federal de Auxílio a Aeroportos (PROFAA), da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República, que autoriza a continuidade dos projetos, a execução do anteprojeto e o início do licenciamento ambiental.

Entre as melhorias planejadas estão a recuperação e expansão da pista de pouso e decolagem, construção de novo terminal de passageiros com 682 metros quadrados, pátio de aeronaves
e seção contra incêndio. O investimento previsto é de cerca de R$ 50 milhões, do Programa de Desenvolvimento da Aviação Regional.

Com as obras, o aeroporto de Cachoeiro passará a ter capacidade para receber aviões de porte maior, voos comerciais regulares e até 600 mil passageiros por ano.

“Teremos ligação com pontos importantes da malha aeroviária do país. Isso vai representar aumento do volume de negócios no município, atração de novas atividades econômicas e fortalecimento das já consolidadas aqui, além de potencializar o turismo”, avalia o prefeito Carlos Casteglione.



Publicidade


Outras Notícias


PREFEITURA DE CACHOEIRO E SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE AMPLIA EXAMES

Caminhoneiro sofre sequestro-relâmpago e tem caminhão roubado em Cachoeiro

Motorista morre afogado em Itapemirim

Jovem de 15 anos morre após perder o controle de motocicleta na curva de Boa Vista, em Marataízes.

Público não comparece ao Carnaval de Cachoeiro

São Martiniano - O jovem eremita

Caminhão e carro batem de frente e duas pessoas morrem na BR 101 em Atílio Vivácqua

Campanha coleta mais de 40 toneladas de lixo eletrônico em Cachoeiro

Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.