Pesquisa constata que maioria dos professores já sofreu alguma agressão de aluno

Prof

O Anuário Brasileiro de Segurança Pública, lançado nesta sexta-feira (9), pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), traz um levantamento inédito sobre a percepção de violência nas escolas, tanto por professores e diretores, quanto por alunos. O estudo apontou que a violência nas escolas atinge de modo significativo a comunidade escolar brasileira.

Segundo o Anuário, no Estado 49,6% dos professores relataram já ter sofrido agressões verbais ou físicas por parte de alunos e 67,3% disseram ter presenciado agressões físicas ou verbais a outros alunos. No total, foram ouvidos 4.395 professores que trabalham no 9º ano do ensino fundamental.

O estudo concluiu que, apesar de existirem situações graves e de fato criminais – como ameaças e o efetivo atentado à vida de professores e diretores, bem como porte de armas, furtos e roubos – são ainda as pequenas violências cotidianas e de nível interpessoal – agressões físicas e verbais, intimidações e humilhações – as que mais se verificam no ambiente escolar.

Em nível nacional, a Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar – realizada em 2012 e publicada em 2013 – revela que mais de um terço dos alunos do 9º ano do ensino fundamental (35,3%) sentiu-se em algum momento humilhado pelas provocações de colegas da escola nos 30 dias que antecederam à pesquisa, sendo que para 7,2% destes o sentimento de humilhação foi vivenciado com frequência. “É interessante perceber que a ocorrência desta situação foi indicada por um número maior de alunos do ensino privado (39,8%) do que do ensino público (34,4%), sugerindo que a existência de violências interpessoais nas escolas não deve ser determinantemente associada a fatores como o nível socioeconômico dos alunos ou à qualidade do ensino oferecido”, conclui a pesquisa.

A percepção dos professores também corrobora pela percepção dos alunos. Além disso, foi constatado que são os alunos do Sul e do Sudeste que mais relatam esse tipo de violência interpessoal, sendo este fato menos presente nas regiões Norte e Nordeste.



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.