Equipamento monitora vazão do Rio Itapemirim em Cachoeiro

Divulgacao_pmci_ponte_min_aaa-148293

Cachoeiro agora conta uma régua eletrônica para captar dados sobre a vazão do rio Itapemirim. O equipamento foi instalado neste mês na ponte de pedestre Rosalina Depoli, no Guandu, pelo Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden).
Segundo o coordenador da Defesa Civil Municipal, Antonio Rizzo, as informações obtidas pelo novo aparelho serão enviadas diretamente aos computadores do Cemaden.
“Assim, a vazão do rio será monitorada com extrema precisão, o que será essencial para identificarmos mais cedo possíveis situações de risco e tomarmos as devidas providências. Esses dados também estarão acessíveis às Defesas Civis estadual e nacional”, explicou Rizzo.
Com a instalação da régua eletrônica, o município – com o apoio do Cemaden – cumpre sua política de prevenção a catástrofes naturais em Cachoeiro, por meio da qual foram realizadas diversas ações, como implantação de pluviômetros e, além disso, investimento em obras para aumento e melhoria da rede de drenagem, mapeamento de áreas de risco e organização e capacitação da Defesa Civil Municipal e da comunidade para prevenção e atendimento em caso de desastres.



Publicidade


Outras Notícias


PREFEITURA DE CACHOEIRO E SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE AMPLIA EXAMES

Caminhoneiro sofre sequestro-relâmpago e tem caminhão roubado em Cachoeiro

Motorista morre afogado em Itapemirim

Jovem de 15 anos morre após perder o controle de motocicleta na curva de Boa Vista, em Marataízes.

Público não comparece ao Carnaval de Cachoeiro

São Martiniano - O jovem eremita

Caminhão e carro batem de frente e duas pessoas morrem na BR 101 em Atílio Vivácqua

Campanha coleta mais de 40 toneladas de lixo eletrônico em Cachoeiro

Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.