ES precisa de cerca de 500 milímetros de chuva para sair da crise hídrica

Crise

O Estado precisa de cerca de 160 milímetros de chuvas por mês até dezembro para abastecer os rios e se recuperar da crise hídrica. É o que afirma o engenheiro agrônomo e presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-ES), Helder Carnielli. Esta quantidade de chuva é o suficiente para aumentar o nível dos rios que abastecem o Estado.
A chuva deve ser bem distribuída e não pode ser forte. Cada milímetro corresponde a um litro de água por metro quadrado, ou seja, precisamos que chova 160 litros por metro quadrado. “Na situação que estamos, se chover tudo de uma vez corremos o risco de causar mais erosões e da água bater no solo e não penetrar na terra”, explica Carnielli.
Caso não chova nos próximos meses, o ano de 2016 começará complicado para a agricultura, que já sofre com a falta de água. “O Estado do Espírito Santo está em situação de emergência contínua. O que era ocasional passou a ser frequente. Precisamos recuperar a capacidade de retenção de água no solo, que é mais do que plantar árvores ao longo de córregos e rios”, alerta Carnielli.



Publicidade


Outras Notícias


Cachoeiro se prepara para receber mais uma edição da Stone Fair

Bienal Rubem Braga terá encontro nacional de literatura fantástica

Dia D de vacinação contra gripe em Cachoeiro é no sábado (12)

Inscrições no Enem já começaram

Inscrições para o Enem passam de 200 mil em uma hora e meia

São Pedro de Tarantásia, foi um homem pacificador

Diocese de Cachoeiro adota medidas para evitar contágio de gripes

Santa Casa lança campanha para incentivar mulheres a doar sangue

Estudantes são assaltadas na porta de faculdade em Cachoeiro

Homem é morto durante tentativa de assalto em Cachoeiro

Nasceu; e agora? Psicólogos explicam como lidar com a depressão pós-parto

Atenção, motoristas! IPVA de veículos com finais de placas de 6 a 0 começa a vencer

Prorrogado para 10 de maio prazo para renovar contratos do Fies

Campanha de vacinação em todo o país vai até 01 de junho

Conta de luz: Em maio bandeira tarifária mais cara

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.