Comerciante é executado ao lado da família durante suposto assalto em Anchieta

Gelso

Um comerciante foi assassinado na noite deste domingo (01), ao lado da família, em sua residência, na localidade de Itaperorama, em Anchieta, litoral sul do Estado. Gelso Wandermuren, de 58 anos, foi morto com um tiro durante um suposto assalto. No momento do crime, a vítima estava ao lado da esposa.

O imóvel onde aconteceu o crime fica no Sítio Jardim Florido, às margens da BR 101, nas proximidades do trevo que dá acesso a Piúma. De acordo com um filho do casal, a família jogava baralho na varanda da casa quando três bandidos invadiram a propriedade, cortando uma cerca de arame farpado nos fundos da residência. A família teria ouvido latidos dos cães do sítio e deduziu que algo estranho estava ocorrendo, mas nada fez.

Três homens encapuzados renderam o casal e anunciaram o assalto. Os filhos, noras e netos das vítimas entraram na residência e somente o comerciante e a esposa ficaram na varanda. De acordo com um dos filhos, a mãe chegou a perguntar o que os suspeitos queriam e um deles respondeu que ‘queria tudo’.
A mulher teria relutado para se deitar ao chão e acabou sendo agredida, caindo em seguida. Gelso também foi atingido com uma coronhada de revólver e caiu de bruços ao lado da esposa. Um dos suspeitos atirou na nuca do comerciante, matando-o na hora. Em seguida, os três suspeitos fugiram do local e nada levaram.

Gelso Wandermuren era proprietário do restaurante Ponto BR Comida Caseira, arrendado pelo comerciante há sete anos. Ele tinha cinco filhos e morava ao lado do restaurante.

O corpo do comerciante foi encaminhado para o Serviço Médico Legal (SML) de Cachoeiro de Itapemirim e liberado para sepultamento, que aconteceu na tarde desta segunda-feira (02) em Rio Novo do Sul.

A Polícia Civil informou, por meio de nota, que o caso está sendo investigado pela Delegacia de Anchieta e que ainda não é possível afirmar se o crime foi de latrocínio – roubo com morte – ou homicídio.

Quem tiver qualquer informação que ajude o trabalho da polícia deve entrar em contato com o disque-denúncia, pelo telefone 181. Não é preciso se identificar e o sigilo e o anonimato são garantidos.

Mais imagems

Gelso 1


Publicidade


Outras Notícias


Bienal Rubem Braga terá encontro nacional de literatura fantástica

Dia D de vacinação contra gripe em Cachoeiro é no sábado (12)

Inscrições no Enem já começaram

Inscrições para o Enem passam de 200 mil em uma hora e meia

São Pedro de Tarantásia, foi um homem pacificador

Diocese de Cachoeiro adota medidas para evitar contágio de gripes

Santa Casa lança campanha para incentivar mulheres a doar sangue

Estudantes são assaltadas na porta de faculdade em Cachoeiro

Homem é morto durante tentativa de assalto em Cachoeiro

Nasceu; e agora? Psicólogos explicam como lidar com a depressão pós-parto

Atenção, motoristas! IPVA de veículos com finais de placas de 6 a 0 começa a vencer

Prorrogado para 10 de maio prazo para renovar contratos do Fies

Campanha de vacinação em todo o país vai até 01 de junho

Conta de luz: Em maio bandeira tarifária mais cara

São Floriano, padroeiro dos bombeiros

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.