Rodovias estaduais passarão a ter cobrança de pedágio, no ES

1_br_259-4033104 (1)

Rodovias estaduais de norte a sul do Espírito Santo, vão contar com cobrança de pedágio. O estudo de concessão das vias para a iniciativa privada começou em setembro deste ano. E as primeiras conclusões apontam que há viabilidade econômica para a implantação.

A primeira região oferecida ao mercado será a de Colatina, região Noroeste do estado. Em seguida estão trechos na região de Aracruz e de Cachoeiro de Itapemirim. Serão concedidos 870 quilômetros de extensão, que cortam 16 cidades.

“O estudo inicial foi conduzido por uma equipe técnica do próprio Departamento de Estradas de Rodagem do Estado (DER-ES), e agora será oferecida para o mercado fazer suas contribuições”, explica o diretor-geral do DER-ES, Halpher Luigi.

Nessa fase, empresas privadas podem fazer novos estudos, aprofundando-os os iniciais, com o intuito de ratificar a viabilidade econômica e apresentarem modelos de cobrança.
“Essa viabilidade é mensurada quando comprovam que o valor a ser cobrado é menor que o benefício que poderá ser oferecido para os usuários das vias”, pontua Luigi. Não há um limite de empresas que poderão contribuir com esse aprofundamento.
Comprovada, então, a viabilidade econômica, o DER-ES passa a autorizar as empresas a desenvolver os projetos de engenharia, que deve acontecer até o final de janeiro de 2016.
Rodovias estaduais de norte a sul do Espírito Santo, vão contar com cobrança de pedágio. O estudo de concessão das vias para a iniciativa privada começou em setembro deste ano. E as primeiras conclusões apontam que há viabilidade econômica para a implantação.

A primeira região oferecida ao mercado será a de Colatina, região Noroeste do estado. Em seguida estão trechos na região de Aracruz e de Cachoeiro de Itapemirim. Serão concedidos 870 quilômetros de extensão, que cortam 16 cidades.

“O estudo inicial foi conduzido por uma equipe técnica do próprio Departamento de Estradas de Rodagem do Estado (DER-ES), e agora será oferecida para o mercado fazer suas contribuições”, explica o diretor-geral do DER-ES, Halpher Luigi.

Nessa fase, empresas privadas podem fazer novos estudos, aprofundando-os os iniciais, com o intuito de ratificar a viabilidade econômica e apresentarem modelos de cobrança.
“Essa viabilidade é mensurada quando comprovam que o valor a ser cobrado é menor que o benefício que poderá ser oferecido para os usuários das vias”, pontua Luigi. Não há um limite de empresas que poderão contribuir com esse aprofundamento.
Comprovada, então, a viabilidade econômica, o DER-ES passa a autorizar as empresas a desenvolver os projetos de engenharia, que deve acontecer até o final de janeiro de 2016.
Depois da apresentação dos projetos, o DER começa a fase de análise e definição dos tipos de concessão. “Nesse período, que irá até julho de 2016, serão traçados como será a forma de concessão e cobrança”, disse.

Os trechos foram divididos em polo. Confira:
Polo Colatina – 287km
BR 259 – Colatina a João Neiva
BR 259 – Contorno de Colatina
BR 259 – Colatina a Baixo Guandu
ES 080 – Colatina a Angelo Frethiani
ES 137 – São Domingos a Nova Venécia
ES 248 – Na intercessão da BR 259 – BR 101 – Linhares

Polo Aracruz – 229 Km
ES 115 – Manguinho a Nova Almeida (ES 264)
ES 115 – Nova Almeida a Santa Cruz
ES 010 – Santa Cruz a Vila do Riacho
ES 010 – Vila do Riacho a ES 440
ES 445 – Vila do Riacho a BR 101
ES 257 – Ibiraçu a Aracruz
ES 257 – Aracruz a Portocel
ES 124 – Aracruz até Guaraná
ES 456 – Aracruz a Coqueiral
ES 124 – Aracruz a Santa Rosa
ES 124 – Santa Rosa até o Contorno de Nova Almeida
ES 124 – Contorno de Nova Almeida a Praia Grande

Polo Cachoeiro – 354Km
ES 490 – Safra a Marataízes
ES 145 – Campo Acima a ES 487
ES 145 – ES 487 até o Contorno de Guarapari
ES 482 – Safra até Cachoeiro (Trevo)
BR 393 – Cachoeiro (Trevo) a Aeroporto
ES 489 – Aeroporto a Atílio Vivacqua
ES 289 – Atílio Vivacqua a BR 101
ES 482/BR482 – Cachoeiro (Trevo) até Coutinho
ES 482/BR482 – Coutinho a ES 181 (Alegre)
ES 166 – Coutinho a Castelo
ES 486 – Coutinho a Itaoca
ES 488 – Cachoeiro a Frade
BR 482 – Contorno de Cachoeiro
ES 145 – Campo Acima a Campo Novo
ES 060 / ES 297 – Campo Novo até Dívida (RJ)
ES 162 – BR 101 a Campo Novo
ES 487 – ES 145 a BR 101
ES 375 – ES 145 a BR 101
ES 146 – ES 150 até a BR 101

Fonte: G1



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.