Caminhoneiros do Espírito Santo param, mas deixam rodovias federais livres

Caminhoneiros

Iniciou na madrugada desta segunda-feira (9), a paralisação geral dos caminhoneiros autônomos. Já há registros de rodovias federais parcialmente interditadas nos estados de Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. No Espírito Santo, os caminhoneiros entraram em acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF-ES), para realizar apenas a manifestação, sem interrupção do fluxo das BRs 262 e 101.
A mobilização ocorreu através da página da rede social, Facebook, Comando Nacional do Transporte (CNT). Segundo os integrantes do CNT, o movimento grevista é por tempo indeterminado. A categoria afirmou que o objetivo da paralisação é para pressionar a renúncia da presidente Dilma Russef (PT).
“Já nos mobilizamos em Iconha, no km 375, mas ainda haverá outros pontos no Estado, como: no Posto Dadinho, em Linhares, no trevo de Atílio Vivácqua e no Posto 7Belo, em Viana. Entramos em acordo com a PRF-ES e estacionamos os caminhões no Parque de Exposição do município. Nós queremos a população do nosso, não queremos causar transtornos e até mesmo, acidentes nas BRs. Queremos a queda deste atual governo”, explicou o caminhoneiro e integrante do CNT, Bira Nobre.
A expectativa do Comando Nacional do Transporte é que o movimento grevista atinja todo o país. Essa é a segunda paralisação que ocorre neste ano. Em fevereiro, a greve dos caminhoneiros autônomos perdurou por dois meses, o que provocou a escassez de variadas mercadorias.
O presidente do Sindicato dos Caminhoneiros do Estado (Sindicam-ES), Álvaro Luiz Ferreira, contou ainda que além da queda de Dilma, a categoria também está insatisfeita com o valor do diesel e da tabela do frete. “A greve é por tempo indeterminado, isso está acontecendo devido à insatisfação com o Governo Federal, a alta do diesel e a tabela de preços do frete que não está sendo cumprida pela maioria das empresas. Essa é uma mobilização nacional dos caminhoneiros”, frisou.
O movimento grevista do Rio de Janeiro prometeu o fechamento dos pedágios da Rio x ES, por tempo indeterminado.
A PRF-ES informou que equipes já estão nos pontos de aglomeração de caminhoneiros, nas rodovias que cortam o Estado. A manifestação da categoria será monitorada pela Polícia Rodoviária Federal.

Fonte:ESHoje



Publicidade


Outras Notícias


Cachoeiro se prepara para receber mais uma edição da Stone Fair

Bienal Rubem Braga terá encontro nacional de literatura fantástica

Dia D de vacinação contra gripe em Cachoeiro é no sábado (12)

Inscrições no Enem já começaram

Inscrições para o Enem passam de 200 mil em uma hora e meia

São Pedro de Tarantásia, foi um homem pacificador

Diocese de Cachoeiro adota medidas para evitar contágio de gripes

Santa Casa lança campanha para incentivar mulheres a doar sangue

Estudantes são assaltadas na porta de faculdade em Cachoeiro

Homem é morto durante tentativa de assalto em Cachoeiro

Nasceu; e agora? Psicólogos explicam como lidar com a depressão pós-parto

Atenção, motoristas! IPVA de veículos com finais de placas de 6 a 0 começa a vencer

Prorrogado para 10 de maio prazo para renovar contratos do Fies

Campanha de vacinação em todo o país vai até 01 de junho

Conta de luz: Em maio bandeira tarifária mais cara

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.