Caminhoneiros do Espírito Santo param, mas deixam rodovias federais livres

Caminhoneiros

Iniciou na madrugada desta segunda-feira (9), a paralisação geral dos caminhoneiros autônomos. Já há registros de rodovias federais parcialmente interditadas nos estados de Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. No Espírito Santo, os caminhoneiros entraram em acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF-ES), para realizar apenas a manifestação, sem interrupção do fluxo das BRs 262 e 101.
A mobilização ocorreu através da página da rede social, Facebook, Comando Nacional do Transporte (CNT). Segundo os integrantes do CNT, o movimento grevista é por tempo indeterminado. A categoria afirmou que o objetivo da paralisação é para pressionar a renúncia da presidente Dilma Russef (PT).
“Já nos mobilizamos em Iconha, no km 375, mas ainda haverá outros pontos no Estado, como: no Posto Dadinho, em Linhares, no trevo de Atílio Vivácqua e no Posto 7Belo, em Viana. Entramos em acordo com a PRF-ES e estacionamos os caminhões no Parque de Exposição do município. Nós queremos a população do nosso, não queremos causar transtornos e até mesmo, acidentes nas BRs. Queremos a queda deste atual governo”, explicou o caminhoneiro e integrante do CNT, Bira Nobre.
A expectativa do Comando Nacional do Transporte é que o movimento grevista atinja todo o país. Essa é a segunda paralisação que ocorre neste ano. Em fevereiro, a greve dos caminhoneiros autônomos perdurou por dois meses, o que provocou a escassez de variadas mercadorias.
O presidente do Sindicato dos Caminhoneiros do Estado (Sindicam-ES), Álvaro Luiz Ferreira, contou ainda que além da queda de Dilma, a categoria também está insatisfeita com o valor do diesel e da tabela do frete. “A greve é por tempo indeterminado, isso está acontecendo devido à insatisfação com o Governo Federal, a alta do diesel e a tabela de preços do frete que não está sendo cumprida pela maioria das empresas. Essa é uma mobilização nacional dos caminhoneiros”, frisou.
O movimento grevista do Rio de Janeiro prometeu o fechamento dos pedágios da Rio x ES, por tempo indeterminado.
A PRF-ES informou que equipes já estão nos pontos de aglomeração de caminhoneiros, nas rodovias que cortam o Estado. A manifestação da categoria será monitorada pela Polícia Rodoviária Federal.

Fonte:ESHoje



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.