Prefeitos anunciam cortes de salários e de abono neste fim de ano

Dinheirio

Os órgãos públicos “entraram na dança” da crise econômica e estão tomando decisões das mais diversas para economizar e conseguir manter as suas despesas em dia. É unanimidade entre as prefeituras do Espírito Santo o não pagamento do abono salarial no fim do ano aos servidores. O que chama atenção, é que até os prefeitos estão propondo cortes em seus salários na busca do equilíbrio financeiro.
Destaque para o prefeito Audifax Barcelos (PSB), da Serra, que a partir deste mês de novembro vai ter o salário reduzido em 20%, assim como a vice-prefeita Lourência Riani. A medida surgiu a partir da aprovação da lei nº 4443/15, que impactará diretamente no teto de remuneração dos servidores de maior salário, visando uma economia anual de R$ 3,5 milhões.
“A lei ainda prevê a redução de 12,5% na remuneração de todos os secretários e demais cargos comissionados. Haverá redução também de 12,5% no valor de todas as comissões. Essas e outras medidas adotadas vão impactar numa economia anual de R$ 28 milhões para o município”, informou a administração.
Em Guaçuí, a prefeita Vera Costa teve o seu salário reduzido em 10%. A medida se estendeu para o vice-prefeito Miguel Riva e também para todo o secretariado. Lá, também foram proibidos pagamentos de horas extras, aquisição de equipamentos permanentes, locação de veículos, contratação de alugueis de imóveis, realização de concursos públicos e processos seletivos e outros.
“A previsão inicial de economia é de R$ 100 mil/mês, valor que precisa ser cortado para adequação dos gastos, de acordo com o estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal”, diz nota da prefeitura, enfatizando que a queda na arrecadação pode forçar uma economia maior.
Foto: Divulgação/PMVV
Divulgação/PMVV
Comissionados reduzidos
A prefeitura de Vila Velha é a campeã capixaba na exoneração de servidores comissionados no objetivo de equilíbrio financeiro. De setembro de 2014 a setembro deste ano, foram 1.349 cargos entre comissionados e temporários cortados. Além disso, visando o corte de gastos houve fusão de secretarias e o trabalho dos servidores foi otimizado.
“Graça a essas ações, a nível de folha de pagamento bruto é uma economia de mais de 4 milhões por mês. Isso, em 12 meses mais as férias, gera uma economia de R$ 53,3 milhões”, afirma o secretário de Administração e Planejamento, Rodrigo Magnago.
Apesar de o prefeito Rodney Miranda ainda não ter anunciado oficialmente, ele adianta: nada de abono. “É possível afirmar que não tem abono salarial. Não tem como no nosso Estado, nesta situação”, lamenta.
A prefeitura de Linhares também teve como destaque a redução de cerca de 300 servidores comissionados e contou com a fusão de oito secretarias. Segundo informações do órgão, os servidores comissionados que ainda atuam tiveram redução de salários. As medidas adotadas pelo pacote, divulgado em setembro, tem o objetivo de economizar R$ 70 milhões.
Foto: Divulgação
Divulgação
Secretarias reduzidas e novos horários
Os horários especiais de expediente foram uma solução encontrada por parte das prefeituras do Espírito Santo para equilibrar o orçamento. Dentre os municípios que tiveram a maior redução destaca-se o município de Vila Pavão, que a partir da última terça-feira (05) passou a funcionar das 7h às 13h. Em Nova Venécia, este mesmo horário de funcionamento acontecerá somente às sextas-feiras.
A prefeitura de Viana passou a funcionar das 12h às 18h e a prefeitura de Vila Velha, das 12h às 19h, até o dia 21 de fevereiro de 2016. Cariacica, que funcionava das 8h às 17h, começará o expediente uma hora mais tarde. A prefeitura de Guarapari já funciona das 12h às 18h desde o dia 9 de março deste ano.
A Prefeitura de Cariacica reduziu o número de secretarias de 21 para 14 e a prefeitura de Cachoeiro de Itapemirim extinguiu cinco secretarias. O prefeitura de Vila Velha, que também conseguiu reduzir 22 secretarias em 16, informou que o objetivo ao final de 12 meses é a economia de R$ 151 milhões.
“Tomamos estas medidas de austeridade, mas temos fôlego financeiro e saúde financeira para contratos e folhas de pagamentos. Fizemos vários estudos também para chegar a este novo horário de funcionamento e a intenção é economizar cerca de R$ 151 milhões”, diz o secretário de administração de Vila Velha Rodrigo Magnago.
Medidas de algumas prefeituras:
ALFREDO CHAVES
Cortes em diárias, horas extras e em combustível
Economia em materiais e energia elétrica
Estuda reduzir o horário de expediente no verão
NOVA VENÉCIA
Horário especial às sextas-feiras, das 7h às 13h.
Redução de despesas com água, luz, telefone e combustível
Não vai pagar abono salarial
COLATINA
Redução do horário de funcionamento dos órgãos municipais para seis horas diárias, de atendimento ao público;
Corte de gasto de combustível, energia elétrica, locação de imóveis e de veículos locados em 30% (trinta por cento);
Não haverá pagamento de abono salarial.
CARIACICA
Reduziu o número de secretarias de 21 para 14 e reduziu 84 cargos comissionados.
Secretarias que funcionavam das 8h às 17h passaram a funcionar das 9h às 17h
Não pagará abono salarial
SANTA TERESA
Cortes administrativos como celular e energia
Redução de 18% nas despesas em 2015;
Não vai pagar abono salarial
GUAÇUÍ
Corte de 10% salários prefeita, vice e secretários
Suspensão de nomeações e contratações de servidores com ressalva em caso de aposentadoria ou falecimento nas áreas de educação e saúde.
Não vai pagar abono salarial
CACHOEIRO
Foram exonerados, até o momento, 119 servidores contratados e 35 comissionados.
Não pagará abono salarial
Economia de R$ 6 milhões até o fim do ano
LINHARES
300 servidores comissionados demitidos
suspensão de pagamento de horas extras para os servidores municipais
redução de 15% nos salários dos cargos comissionados
VILA PAVÃO
Passou a funcionar das 7h às 13 h
Não pagará abono salarial
GUARAPARI
Funcionamento das 12h às 18h
SERRA
Corte de 20% no salário de prefeito e vice-prefeita
Redução de 12,5% na remuneração de todos os secretários e demais cargos comissionados
Redução também de 12,5% no valor de todas as comissões
VILA VELHA
1349 comissionados e temporários demitidos
22 secretarias reduziu para 16
Novo horário das 12h às 19h
VIANA
Novo horário, das 12h às 18 horas
80 comissionados exonerados



Publicidade


Outras Notícias


Cachoeiro se prepara para receber mais uma edição da Stone Fair

Bienal Rubem Braga terá encontro nacional de literatura fantástica

Dia D de vacinação contra gripe em Cachoeiro é no sábado (12)

Inscrições no Enem já começaram

Inscrições para o Enem passam de 200 mil em uma hora e meia

São Pedro de Tarantásia, foi um homem pacificador

Diocese de Cachoeiro adota medidas para evitar contágio de gripes

Santa Casa lança campanha para incentivar mulheres a doar sangue

Estudantes são assaltadas na porta de faculdade em Cachoeiro

Homem é morto durante tentativa de assalto em Cachoeiro

Nasceu; e agora? Psicólogos explicam como lidar com a depressão pós-parto

Atenção, motoristas! IPVA de veículos com finais de placas de 6 a 0 começa a vencer

Prorrogado para 10 de maio prazo para renovar contratos do Fies

Campanha de vacinação em todo o país vai até 01 de junho

Conta de luz: Em maio bandeira tarifária mais cara

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.