Afonso Cláudio e Itarana produzem os melhores cafés do Espírito Santo

Afonso-itarana

Os melhores cafés do Espírito Santo foram divulgados nesta sexta-feira (11). Os cafeicultores de Afonso Cláudio e Itarana faturaram as primeiras colocações em três categorias: Arábica, Conilon Descascado e Conilon Natural. Ao todo foram distribuídos cerca de R$110 mil aos finalistas, entre premiação e ágio pago pelo café comercializado.

Todos os produtores finalistas receberam um reconhecimento pela qualidade de seus cafés, no ato da comercialização. Os cafeicultores de Conilon ganharam ágios de R$25 a R$50 por saca de café. Já para os cafés arábicas, o ágio foi de até R$150 por saca. Além disso, os três melhores cafés de cada categoria foram premiados.

Os melhores cafés Conilon tiveram uma premiação de R$1.500, R$1.000 e R$500, primeiro, segundo e terceiro, respectivamente. Na categoria Conilon Natural, os cafeicultores premiados foram Mariceia Aparecida Bleidorn Pancini (3º), de Cachoeiro de Itapemirim; Luciano Tonoli (2º), Afonso Claudio; e Arthur Krause (1º), Itarana, foi o campeão da categoria com nota 84,9, a diferença da nota entre o primeiro e o terceiro colocado foi de apenas 1,74 pontos.

Na categoria Conilon – Cereja Descascado, as premiações foram para Mariceia Aparecida Bleidorn Pancini (3º), de Cachoeiro de Itapemirim; Edilson Brandt (2º), Afonso Claudio; e pelo terceiro ano consecutivo, João Delpupo faturou o primeiro lugar (1º), o cafeicultor de Afonso Cláudio se tornou tricampeão e uma referência em Conilon de qualidade, seu café alcançou nota 87,25. A diferença para o terceiro colocado foi de 1,92.

Já para os melhores cafés da categoria Arábica – Cereja Descascado, o prêmio foi diferenciado: R$5.000 (1º), R$3.000 (2º) e R$2.000 (3º). O vencedor foi o produtor de Itarana, Avelino Helker. Seguindo pelos cafeicultores Edmar Zuccon (Brejetuba) e Denivaldo Manske (Afonso Claudio). A nota dos três primeiros colocados superou 90 pontos. O primeiro colocado alcançou nota 93,83, já para o segundo a nota foi 92,50 e o terceiro ficou com nota 91,58.

A V edição do Concurso de Qualidade de Café Pio Corteletti (Conilon e Arábica especiais) recebeu um recorde de amostras, foram 247 amostras de 13 municípios diferentes: Afonso Cláudio, Baixo Guandu, Brejetuba, Cachoeiro de Itapemirim, Castelo, Itaguaçu, Itarana, Marechal Floriano, Santa Maria de Jetibá, Santa Teresa, São Roque do Canaã, Vargem Alta e Venda Nova do Imigrante.

Dos inscritos, 77 amostras atenderam todos os requisitos de qualidade, previsto no regulamento, como nota superior a 83. Ou seja, todos os cafés finalistas puderam ser considerados cafés de qualidade superior, por esse motivo, a Coopeavi estendeu a premiação a todos os finalistas. “Distribuímos uma premiação recorde, foram aproximadamente R$110 mil para todos os produtores que se dedicaram em realizar um trabalho diferenciado”,comenta o vice-presidente da Coopeavi, Denilson Potratz.

O objetivo do prêmio foi identificar os melhores cafés e dar reconhecimento mais amplo aos produtores de cafés associados à cooperativa. Os cafeicultores ganharam no ato da comercialização e ainda concorreram uma premiação diferenciada no final do concurso. Desde 2011, o Prêmio Pio Corteletti premia os cafés com nota superior, mas este ano foi a primeira vez com essa nova estrutura, mais democrática, de reconhecimento. Além de disseminar boas práticas, incentivando a cadeia cafeeira a produzir cafés de qualidade.

A Coopeavi é uma cooperativa do segmento Agronegócio, com atuação no Espírito Santo, Minas Gerais e Bahia. Fundada em 1964. Atualmente conta com aproximadamente 11 mil cooperados, em sua maioria pequenos e médios produtores. Recentemente, incorporou a Pronova, cooperativa com cafeicultores especialistas em qualidade de café.

Fonte e foto: ascom/Coopeavi



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.