Feira de trabalhos manuais tem horário especial neste fim de ano

C1218_barracas

Para divulgar os produtos artesanais nesta época de festas, a feira organizada pela prefeitura no centro de Cachoeiro de Itapemirim está mais acessível. Durante dezembro, do dia 1º ao dia 23, a feira vem funcionando de segunda a sábado. O funcionamento típico durante o resto do ano é de quinta a sábado, a cada 15 dias.

O horário de verão também ajuda, e o fechamento das barracas passou a ocorrer uma hora mais tarde, às 19h.

A novidade já vem atraindo à praça Jerônimo Monteiro mais interessados em presentear de modo diferente, de acordo com o gerente de Renda e Economia Solidária, Antonio Carlos Oliveira. “O trabalho manual valoriza a cultura da nossa região e segue a política de incentivo ao reaproveitamento de materiais que seriam descartados”, destaca.

Um dos destaques é a produção com reaproveitamento de garrafas PET, que evita o descarte inadequado e estimula a reciclagem.

Cerca de 20 barracas funcionam no local, em sistema de revezamento. Atualmente, cerca de 40 artesãos participam. São produtos em crochê, tricô e colagens, por exemplo, com materiais diversos, para produção de baús, acessórios, bolsas, bonecos e roupas, entre outros.



Publicidade


Outras Notícias


PREFEITURA DE CACHOEIRO E SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE AMPLIA EXAMES

Caminhoneiro sofre sequestro-relâmpago e tem caminhão roubado em Cachoeiro

Motorista morre afogado em Itapemirim

Jovem de 15 anos morre após perder o controle de motocicleta na curva de Boa Vista, em Marataízes.

Público não comparece ao Carnaval de Cachoeiro

São Martiniano - O jovem eremita

Caminhão e carro batem de frente e duas pessoas morrem na BR 101 em Atílio Vivácqua

Campanha coleta mais de 40 toneladas de lixo eletrônico em Cachoeiro

Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.