Policiamento nos municípios do interior do Estado será reforçado após o Carnaval

Policia-militar-a2ccdcb04a

Os município do interior do Espírito Santo terão um efetivo maior de policiais militares logo após o Carnaval. Isso porque a Operação Verão, montada pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp) para reforçar a segurança no litoral do Estado – onde aumenta o número de pessoas nessa época do ano -, será encerrada no domingo seguinte ao Carnaval, dia 14 de fevereiro. A partir daí os cerca de mil policiais que atualmente reforçam o policiamento nos balneários capixabas serão redistribuídos, reforçando a segurança nos municípios com menor efetivo.

Segundo o secretário estadual de Segurança Pública, André Garcia, não houve remanejamento de policiais para atuarem na Operação Verão, mas sim a contratação de novos militares, que se formaram no final do ano passado. “Os municípios do interior não tiveram seu policiamento afetado, pois não foram deslocados policiais desses locais para regiões de maior movimento. O reforço do efetivo na Operação Verão se deu através da contratação de novos policiais, que serão distribuídos para os demais municípios do Estado após o Carnaval”, ressaltou o secretário.

O secretário destacou ainda a importância de um maior efetivo policial nas regiões que recebem uma maior quantidade de turistas durante o verão. “A presença de policiais no litoral é importante para haver o controle da ordem pública nesses locais. Nessa época do ano os crimes contra o patrimônio são mais frequentes. Além da chegada dos turistas, tem muita gente de fora que vem para o Espírito Santo com proposta de cometer crimes aqui no Estado. Com um maior número de criminosos, precisamos de um efetivo maior de policiais”.

As atividades da Operação Verão tiveram início no dia 16 de novembro e seguem até 14 de fevereiro, com duração total de 91 dias. O objetivo é reforçar a segurança em um período em que a movimentação nas praias capixabas aumenta e as regiões litorâneas recebem grande quantidade de turistas.

Além do efetivo que a Polícia Militar já possuía, outros 890 militares foram mobilizados para reforçar a segurança nos balneários. O policiamento tem sido realizado com militares a pé, em bicicletas, motos, viaturas e cavalo, além das ações táticas. Além do reforço do efetivo policial no litoral, as áreas do entorno continuam recebendo patrulhamento e ações táticas, como operações e ações de abordagem.

Também como parte das ações da Sesp para melhorar a segurança no Estado durante o verão, desde dezembro estão sendo intensificadas as abordagens a coletivos na Grande Vitória. O objetivo é reduzir o número de crimes cometidos dentro dos ônibus.

De acordo com a Sesp, em média 33 coletivos são abordados pela Polícia Militar diariamente na Grande Vitória. Somente no mês passado, 2.084 coletivos foram alvos da fiscalização da PM. No entanto, segundo o secretário, ainda não há dados referentes ao número de crimes cometidos nos coletivos, nesse período, em comparação com os meses anteriores.



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.