Escolas municipais entram na luta contra o Aedes aegypti

Zika

As escolas da rede municipal de Cachoeiro de Itapemirim também estão engajadas no enfrentamento ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika e febre chikungunya. O município agora é signatário do Pacto da Educação Brasileira Contra o Zika, que vai incentivar atividades de conscientização sobre o combate ao inseto em unidades de ensino de todo o país, no período que vai desta sexta-feira (19) até o dia 26 deste mês.

Todas as 75 unidades vão desenvolver ações. Em seis delas, localizadas em regiões de maior vulnerabilidade à dengue, as atividades devem contar com a participação de servidores do Exército e do Ministério da Educação.

São elas a “Monteiro Lobato” (bairro Alto União); “Galdino Theodoro da Silva” (Jardim Itapemirim); Maria Stael de Medeiros Teixeira (Village da Luz); “Luiz Marques Pinto” (Boa Vista), “Padre Jefferson Luiz de Magalhães” (Aeroporto); “Doutor Pedro Nolasco Teixeira Rezende” (Paraíso) e “Áurea Bispo Depes” (Vila Rica).

Mas as estratégias de enfrentamento ao mosquito, dentro das escolas, não vão se restringir ao período do pacto nacional. Ao longo do ano letivo, diversas ações serão realizadas com o objetivo de ensinar os estudantes a combater o mosquito que é hoje uma das principais preocupações do Brasil na área de saúde pública.

“Estamos mobilizando os alunos para que eles aprendam, desde cedo, a evitar as doenças e se tornem multiplicadores dessas práticas, repassando orientações para a família, amigos, vizinhos. É uma estratégia muito eficaz, porque que a maioria dos focos do mosquito, os pontos de água parada, está na casa das pessoas”, explica o professor e biólogo Paulo Roberto Arantes, responsável pelos projetos ligados às áreas de saúde e meio ambiente na secretaria de Educação de Cachoeiro.



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.