Rio Doce segue tomado por lama três meses após chegar a Colatina

Colatina 220 11_fred loureiro

Cerca de três meses após a chegada da lama de rejeito de minérios da Samarco, cujas donas são a Vale e a anglo-australiana BHP Billiton, a Colatina, no Noroeste do Espírito Santo, o prefeito do município, Leonardo Deptuski, disse que ela continua se espalhando pelo Rio Doce.
Em entrevista ao Bom Dia ES desta quinta-feira (18), Deptulski destacou que, enquanto a lama não for estancada na barragem e retirada das margens, os níveis de turbidez do rio vão permanecer altos.
O G1 procurou a Samarco para saber sobre os trabalhos de contenção da lama, mas ainda não teve resposta.
“Tem local que tem 1,5 m de lama na margem. Toda vez que chover naquela região, a chuva vai contribuir para levar a lama para o leito e ele vai trazer essa lama para cá”, explicou o prefeito e presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Doce.
Em novembro de 2015, semanas após o desastre ambiental provocado pelo rompimento da barragem, o governo federal anunciou que moveria ação civil pública contra a Samarco para que a Justiça determine a criação de um fundo de R$ 20 bilhões em medidas para revitalizar a bacia Rio Doce.
De acordo com Deptulski, para colocar em prática os planos, ainda é preciso fechar um acordo entre a Procuradoria do governo federal e as estaduais.
“A empresa tem que aceitar esse acordo na justiça, para virar uma sentença com um conjunto de ações e multas pelo descumprimento dos prazos na execução dessas ações. Assim, a empresa vai criar a fundação que vai executar essas obras e, então, começar os serviços”, explicou.
Apesar da importância do fundo, o prefeito falou que não é necessário aguardá-lo para a empresa agir. “Eles precisam ser mais ágeis nisso, porque toda vez que chover nós vamos voltar a conviver com o aumento da turbidez, com o aumento da lama, com o risco para as cidades que são abastecidas pelo Doce”, disse.



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.