Suspeito de matar fazendeiro foge de presídio em Cachoeiro de Itapemirim

Jose-aquiles

Pouco mais de um ano após ser preso, o caseiro José Aquiles André, de 48 anos, que confessou ter assassinato e enterrado o corpo do fazendeiro João Batista Carvalho, em uma cova rasa em dezembro de 2014, fugiu na tarde desta terça-feira (15) do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Cachoeiro de Itapemirim.

Como tinha bom comportamento na prisão, José Aquiles era preso de portaria e fazia serviços no interior do CDP durante o dia, e retornava à cela para dormir. Ele aproveitou uns minutos de descuido dos agentes penitenciários e fugiu pelo portão principal da unidade.

José Aquiles foi preso em Vargem Alta no dia 6 de fevereiro do ano passado e confessou ter assassinado e enterrado o corpo do fazendeiro, que estava desaparecido desde o dia 12 de dezembro de 2014. O corpo foi encontrado um dia antes, no dia 5 de fevereiro, em uma cova na propriedade da vítima, na localidade de Flecheiras, zona rural de Atílio Vivácqua.

Durante as investigações, o veículo da vítima foi encontrado escondido na fazenda. As chaves estavam escondidas no sofá da residência do caseiro. Na ocasião, o caseiro trabalhava há pouco mais de um mês na propriedade.

Ao ser preso, José Aquiles disse que estava sendo ameaçado e ofendido pela vítima. Durante uma discussão os dois entraram em luta corporal e ele contou que a vítima acabou batendo com a cabeça na parede e morrendo. Ele então enterrou o corpo.

Após o desaparecimento do fazendeiro, José Aquiles abriu uma conta em um banco em Vargem Alta e depositou um cheque da vítima no valor de R$ 9 mil. O caseiro foi autuado em flagrante por ocultação de cadáver e indiciado pelo crime do fazendeiro.



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.