Assembleia aprova permissão para uso de celular em salas de aulas

Elulares em sala de aula

Por 19 votos favoráveis e um contrário, o Plenário da Assembleia Legislativa (Ales) aprovou o Projeto de Lei (PL) 55/2016, que revoga a Lei 8.854/2008 que proíbe o uso de celular em sala de aula nas escolas da rede estadual. Os parlamentares acompanharam o parecer da Comissão de Justiça pela constitucionalidade da proposta.

Essa foi a segunda vez em que a proposta foi votada. Na primeira, ocorrida na sessão ordinária de terça-feira (29), houve empate, com 10 votos a favor e 10 contra. Nesta quarta-feira, mesmo com a aprovação, houve discussão no Plenário.
A presidente da Comissão de Educação, Luzia Toledo (PMDB), foi a primeira a se manifestar. Ela pediu que os colegas votassem favoráveis à revogação do projeto, justificando a necessidade do uso de celulares em salas de aulas.

“Com o avanço tecnológico, esses aparelhos de celulares que temos hoje, com certeza servem como mecanismos para darem condições aos alunos e professores de realizarem pesquisas que vão contribuir diretamente com o aprendizado”, alegou.

O deputado Sergio Majeski (PSDB), único a votar contra o projeto, justificou afirmando que não é contrário à utilização de ferramentas tecnológicas para auxiliar na educação de alunos. Porém, mostrou-se preocupado caso não haja controle no uso.

“Se o uso não for bem pensado, ele pode atrapalhar, pois ele vai causar uma dispersão maior nos alunos”, disse. “Hoje os professores enfrentam diversos obstáculos relacionados à indisciplina”, complementou. Para o tucano, a medida pode levar ao aumento de casos.

O deputado Edson Magalhães (PSD) cobrou um controle no uso dos aparelhos. “Nós não estamos contra o uso das tecnologias, mas temos de estabelecer regras e limites em salas de aulas para melhor absorção do conteúdo oferecido por essas ferramentas”.

O líder do governo na Casa, deputado Gildevan Fernandes (PMDB), defendeu a aprovação da matéria, afirmando que praticamente todos os alunos dispõem de celulares e que o uso dessas ferramentas pode aprimorar e contribuir para a aprendizagem dos alunos.

Com aprovação da redação final a matéria segue para sanção pelo governador Paulo Hartung (PMDB).



Publicidade


Outras Notícias


Bienal Rubem Braga terá encontro nacional de literatura fantástica

Dia D de vacinação contra gripe em Cachoeiro é no sábado (12)

Inscrições no Enem já começaram

Inscrições para o Enem passam de 200 mil em uma hora e meia

São Pedro de Tarantásia, foi um homem pacificador

Diocese de Cachoeiro adota medidas para evitar contágio de gripes

Santa Casa lança campanha para incentivar mulheres a doar sangue

Estudantes são assaltadas na porta de faculdade em Cachoeiro

Homem é morto durante tentativa de assalto em Cachoeiro

Nasceu; e agora? Psicólogos explicam como lidar com a depressão pós-parto

Atenção, motoristas! IPVA de veículos com finais de placas de 6 a 0 começa a vencer

Prorrogado para 10 de maio prazo para renovar contratos do Fies

Campanha de vacinação em todo o país vai até 01 de junho

Conta de luz: Em maio bandeira tarifária mais cara

São Floriano, padroeiro dos bombeiros

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.