Doze guardas mirins vão atuar como monitores em Cachoeiro de Itapemirim

Eles

O projeto Guarda Mirim de Cachoeiro de Itapemirim será ampliado neste ano e atenderá mais alunos. A Guarda Civil Municipal (GCM), responsável pela iniciativa, prevê que até 600 alunos de escolas municipais participem das atividades de conscientização e cidadania, que começam neste mês.

No ano passado, 300 estudantes com idades entres oito a 16 anos, de quatro escolas públicas, foram mobilizados pelo projeto, que ensina sobre primeiros socorros, educação no trânsito, Estatuto da Criança e do Adolescente, combate a drogas, bullying, pedofilia, e também promove ações solidárias.

A novidade para este ano é a atuação de 12 estudantes como monitores das atividades. São adolescentes de 12 a 15 anos que foram atendidos no primeiro ano do projeto, em 2014, e que, no ano passado, participaram de um curso oferecido pela GCM, que os habilita a desempenhar a nova função.

“Fizemos uma seleção entre os estudantes atendidos que tinham o perfil para a função de monitor. Esses 12 se destacaram por terem melhorado as notas, o comportamento na escola e em casa, além de bom desempenho na prova de seleção”, comenta a coordenadora do projeto, Edinete Mendes.

Os monitores vão atuar junto aos instrutores da GCM, no contraturno escolar, em palestras realizadas em turmas do 1º ao 4º do ensino fundamental. Nesta quinta-feira (7), eles receberam os uniformes que serão usados nas atividades.

“No curso que oferecemos, esses adolescentes foram preparados para ministrar aulas sobre os temas que desenvolvemos no projeto. São verdadeiros agentes multiplicadores de práticas de cidadania e devem ser exemplo para os colegas da escola”, completa a coordenadora



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.