Espírito Santo registra uma morte por H1N1 e outras três estão em investigação

Vacina_h1n1_min_d-172983

O Espírito Santo, de janeiro a abril deste ano, registrou – já confirmada-, uma morte por H1N1. A vítima é um homem que morava em Colatina, Noroeste do Estado.
Já na madrugada desta terça-feira (12), um homem de 48 anos, morador de Afonso Cláudio, na região Sul Serrana, que fazia excursão para compras em São Paulo, morreu com sintomas da doença. A Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) confirmou o óbito e informou que irá investigar a causa.
A Sesa informou que recebeu a notificação deste óbito como suspeito para Síndrome Respiratória Aguda Grave. Mas, ainda não há confirmação se foi por H1N1. Segundo a Secretaria, todos os ocupantes do ônibus foram medicados e ninguém está internado.
De acordo com a Sesa, entre 03 de janeiro e 12 de abril, foram 36 notificações de Síndrome Respiratória Aguda Grave, H1N1. Deste total, oito casos de H1N1 foram confirmados por exames laboratoriais. Entre eles, um homem que estava em São Paulo e contraiu a doença neste estado. Ele segue internado.
Sobre número de óbitos, há um caso confirmado por H1N1 e outros três estão em investigação para determinar o agente causador.
A doença no Brasil
Dados do Ministério da Saúde (MS), divulgados nesta segunda-feira (11), apontam que a Região Sudeste concentra o maior número de casos da gripe: 553, sendo 534 em São Paulo. Outros estados que registraram casos neste ano foram Santa Catarina (40); Paraná (21); Goiás (12); Pernambuco (11); Minas Gerais (10); Bahia (9); Distrito Federal (9); Rio de Janeiro (8); Rio Grande do Sul (7); Pará (6); Mato Grosso do Sul (6); Rio Grande do Norte (3); Ceará (3); Mato Grosso (2); Paraíba (2); Amapá (1) e Espírito Santo (1).
Orientações
Tanto a Influenza A (H1N1) quanto a Influenza Sazonal (gripe comum) são causadas por subtipos do vírus Influenza. Os sintomas são os mesmos: febre, tosse, dor de garganta, dor no corpo e mal estar, caracterizando uma síndrome gripal. Quando o paciente apresentar estes sintomas e estiver com dificuldade para respirar, a orientação é procurar um serviço médico.
Prevenção
- Lavar sempre as mãos com água e sabão;
- Evitar colocar as mãos no rosto, em especial na boca e no nariz;
- Ao tossir ou espirrar cobrir o nariz e a boca com lenço de papel.



Publicidade


Outras Notícias


PREFEITURA DE CACHOEIRO E SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE AMPLIA EXAMES

Caminhoneiro sofre sequestro-relâmpago e tem caminhão roubado em Cachoeiro

Motorista morre afogado em Itapemirim

Jovem de 15 anos morre após perder o controle de motocicleta na curva de Boa Vista, em Marataízes.

Público não comparece ao Carnaval de Cachoeiro

São Martiniano - O jovem eremita

Caminhão e carro batem de frente e duas pessoas morrem na BR 101 em Atílio Vivácqua

Campanha coleta mais de 40 toneladas de lixo eletrônico em Cachoeiro

Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.