Técnicos do Instituto Nacional de Pesquisas Hidroviárias visitam orla de Marataízes atingida pela erosão marítima.

Inph2

O Município de Marataízes recebeu nesta quinta-feira a visita técnica de dois representantes do Instituto Nacional de Pesquisas Hidroviárias, o INPH, com objetivo de avaliar a situação atual das orlas atingidas pela erosão marítima. O Oceanógrafo Rafael Paes Leme e o Engenheiro Civil e Costeira Felipe Chaves percorreram as praias do Pontal, Barra, Colônia, Centro e Lagoa Funda acompanhados pelo Coordenador Municipal de Defesa Civil o Engenheiro Civil Anderson Luiz de Jesus da Silva.
Após a visita será feito um levantamento de uma série de informações importantes como alteração das ondas e a vazão do rio Itapemirim, que inclusive pode ter sido um dos fatores que influenciaram a erosão. “Esse balanço sedimentar está em uma área muito grande, tanto que vem desde o Pontal até a Lagoa Funda. Embora só algumas partes da orla da cidade estejam sendo atingidas, o motivo é o mesmo” destacou o Oceanógrafo do INPH Rafael Paes Leme. “Existe uma movimentação da linha de costa, mas só após um esse estudo completo será possível apontar a causa da erosão e também a solução” enfatizou o Engenheiro Civil e Costeira do INPH Felipe Chaves. A forma como será feita a recuperação poderá acontecer no padrão adotado na praia Central ou não, depende do resultado desse levantamento técnico.
Recentemente representantes da Prefeitura de Marataízes estiveram na sede do INPH no Rio de Janeiro para discutir a elaboração de um projeto definitivo para a contenção da erosão em todo o litoral do município. “Essa visita dos técnicos do Instituo é um primeiro passo para isso. Depois desse levantamento vem o projeto e a execução da obra” afirmou o Coordenador Municipal de Defesa Civil Anderson Luiz de Jesus da Silva.

Mais imagems

In7
In8


Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.