Cachoeirenses se emocionam com a passagem da chama olímpica

C0517_chama

Milhares de pessoas acompanharam o revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016 em Cachoeiro de Itapemirim, na noite desta segunda-feira (16). O município abriu as portas do Espírito Santo para a passagem da chama, que garantiu muitas emoções e entretenimento para os cachoeirenses.

O percurso foi iniciado na Ponte do Arco, no bairro Arariguaba, onde uma multidão viu ser acesa a tocha, que seguiu em direção ao Centro. No Palácio Bernardino Monteiro, sede da prefeitura, estudantes da rede municipal desenvolveram intervenções artísticas que embelezaram o espetáculo.

Um dos momentos mais marcantes preparados pela cidade foi a homenagem a Roberto Carlos, seu mais ilustre filho. Na frente da casa onde o ‘rei’ viveu até os 13 anos, crianças se vestiram como o cantor e um casal dançava ao som de músicos que tocavam as famosas canções do artista.

Durante todo o trajeto, o público manifestava seu apoio aos 23 condutores da chama e vibrou, especialmente, com o professor José Antônio Souto Siqueira, conhecido pela sua história de superação da tetraplegia.

Também abrilhantaram o evento as presenças de dois grandes nomes do esporte brasileiro. Giovane Gávio, treinador e ex-jogador de vôlei, bicampeão olímpico, desfilou em um dos carros dos patrocinadores. E o ex-nadador César Quintaes, medalhista nos Jogos Sydney 2000, conduziu a tocha nos últimos metros e acendeu a pira de celebração, na Linha Vermelha, sob olhar atento e emocionado de muitos espectadores.

No local, próximo ao Museu Ferroviário (antiga estação), foi montada a estrutura da festa que só realizam as chamadas ‘Cidades Celebração’ do revezamento, onde a chama pernoita. Ao palco, subiram várias atrações, entre elas o cantor capixaba Eduardo Camiletti, destaque do programa The Voice Brasil, da Rede Globo.

“Foi um lindo espetáculo, em que os olhares de vários cantos do Brasil e até de outros países se voltaram para a nossa cidade, que pôde mostrar as suas potencialidades, sobretudo as turísticas. A acolhida da população foi muito carinhosa e tudo correu muito bem, graças ao trabalho de planejamento e organização da força-tarefa local. Enfim, é um episódio que entra para a história de Cachoeiro. Vai ficar gravado na memória e no coração dos cachoeirenses, sem dúvida”, avalia o prefeito Carlos Casteglione.



Publicidade


Outras Notícias


Bienal Rubem Braga terá encontro nacional de literatura fantástica

Dia D de vacinação contra gripe em Cachoeiro é no sábado (12)

Inscrições no Enem já começaram

Inscrições para o Enem passam de 200 mil em uma hora e meia

São Pedro de Tarantásia, foi um homem pacificador

Diocese de Cachoeiro adota medidas para evitar contágio de gripes

Santa Casa lança campanha para incentivar mulheres a doar sangue

Estudantes são assaltadas na porta de faculdade em Cachoeiro

Homem é morto durante tentativa de assalto em Cachoeiro

Nasceu; e agora? Psicólogos explicam como lidar com a depressão pós-parto

Atenção, motoristas! IPVA de veículos com finais de placas de 6 a 0 começa a vencer

Prorrogado para 10 de maio prazo para renovar contratos do Fies

Campanha de vacinação em todo o país vai até 01 de junho

Conta de luz: Em maio bandeira tarifária mais cara

São Floriano, padroeiro dos bombeiros

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.