H1N1 continua matando no Espírito Santo: já são 44 confirmações

Vac

A Influenza A (H1N1) continua registrando óbitos no Espírito Santo. Já chegou a 44 mortes confirmadas pela doença no estado e outras duas estão sob investigação. Os casos não foram registrados na última semana, segundo informou nesta terça-feira (28) a secretaria estadual de Saúde.
Segundo boletim semanal, divulgadas todas as terças pela Sesa, continua registrando queda nas notificações de Síndrome Respiratória Aguda Grave por semana, bem como no número de casos de H1N1. As notificações da Síndrome por semana, que já chegaram a 97, passaram para 4 nesta última semana, uma redução de quase 96%.
Tanto a Influenza A (H1N1) quanto a Influenza Sazonal (gripe comum) são causadas por subtipos do vírus Influenza. Os sintomas são os mesmos: febre, tosse, dor de garganta, dor no corpo e mal-estar, caracterizando uma síndrome gripal. Quando o paciente apresentar estes sintomas e estiver com dificuldade para respirar, a orientação é procurar um serviço médico.



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.