Moradora de Cachoeiro é condenada por calúnia e difamação nas redes sociais

Cach

Uma moradora de Cachoeiro foi condenada pela Justiça uma vítima em R$1 mil por danos morais, pelas mensagens ofensivas publicadas em rede social. Além disso, ela terá que cessar a publicação de mensagens caluniosas e difamatórias, contra a autora da ação, sob pena de multa de R$ 500 reais em cada nova expressão ofensiva publicada.

Segundo os autos do processo, a ré teria postado comentários onde fazia acusações ofensivas contra a autora e outras pessoas ligadas a ela. Por esse motivo, a vítima ajuizou ação pedindo compensação por danos morais, e a retirada de todas as postagens relacionadas a ela nas redes sociais.

A mulher não apresentou defesa, levando o magistrado do 2º Juizado Especial Cível de Cachoeiro a presumir como verdadeiros os fatos alegados pela requerente. O juiz afirma em sua decisão que: “as considerações redigidas pela ré em ambiente multicompartilhado, por meio de rede social e veiculadas pela internet, expõem a ação ilícita da requerida”.

O magistrado ressaltou ainda que as afirmações atribuem adjetivos vexatórios a eventuais condutas da autora, ferindo a honra objetiva e subjetiva da vítima, ao empregar linguagem caluniosa e difamatória, sendo procedente a condenação por danos morais.

Porém, o juiz entendeu não ser possível a retirada de tudo que a ré tenha postado sobre a autora nas redes sociais, por se tratar de um pedido genérico, de difícil execução, embora possa ser realizado em parte pela autora, pelo menos em relação ao conteúdo anexado à página de seu perfil pessoal.



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.