Negociação com mulheres de PMs não avança e população segue 'encarcerada' nesta quarta

070217_reunião_ales_01

Depois de cinco horas de discussão, a reunião entre os deputados estaduais e os familiares dos policiais militares terminou, na noite desta terça-feira (7), sem acordo. O impasse se deu por causa da data da reunião com o governo. Os familiares dos policiais queriam um encontro com o governador ainda nesta quarta-feira (8), mas o Palácio Anchieta só aceita fazer a reunião na sexta-feira (10). Ficou claro que as representantes do movimento não querem arriscar que os policiais voltem às ruas antes do acordo formalizado com o governo.

A reunião, mediada pelos deputados, tentava amarrar um acordo com o Palácio Anchieta. Depois de muita conversa, os familiares dos policiais pediram um prazo para elaborar uma pauta de reivindicação para entregar aos deputados. O presidente da Assembleia, Erick Musso (PMDB), buscou o diálogo com o governo, mas foram muitas as negativas do Palácio Anchieta. Diante do impasse, os deputados e familiares dos policiais decidiram encerrar o encontro desta noite e retomar as negociações nesta quarta-feira (8). Musso ficou de conversar com o Palácio Anchieta na expectativa de adiantar a reunião para esta quarta, como reivindicam as mulheres dos policiais.

Na tarde desta terça-feira, uma comissão de deputados já havia se reunido com representantes das associações de praças e oficiais da Polícia Militar do Espírito Santo. Nesse encontro, a comissão pediu o fim do movimento dos familiares que desde sábado (4) impede que os policiais saiam dos batalhões para o patrulhamento ostensivo e atendimento de ocorrências. A paralisação tem gerado uma onda de violência sem precedentes em todo o Estado.

Ficou acordado que os representantes das entidades representativas iriam aos quartéis convencer seus familiares a abandonar o bloqueio, e em contrapartida os deputados garantiriam que os policiais não sofreriam punição do Comando da PM. Acordo fechado, uma outra reunião entre o Comando Geral da Polícia Militar e representantes dos familiares dos policiais selou um acordo para a liberação dos quartéis. Em troca os familiares exigiam a abertura de uma agenda de negociação com o governo do Estado.

Mas como as trativas da reunião da noite desta quarta não avançaram, os batalhões que prometiam retomar ao trabalho às 21 horas, não voltaram às ruas. A informação é que o movimento estaria rachado e muitos policiais estariam se entregando aos quartéis para não voltarem às ruas. Existe desencontro sobre a informação de que os policiais retomariam as atividades ainda nesta terça. O próprio governo anunciou, no início da noite, que a Rotam e mais quatro batalhões (Vila Velha, Cachoeiro de Itapemirim, São Mateus e Guarapari) retomariam as atividades ainda esta noite, o que não ocorreu.
A continuidade das negociações nesta quarta-feira deverá ser a única atividade na Assembleia, que suspendeu o expediente em razão da falta de transporte público. O Sindirodoviários, que inicialmente garantiu a circulação da frota, voltou atrás e decidiu que os ônibus não saem das garagens dia 8.



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.