Lista de capixabas beneficiários de caixa 2 da Odebrecht aumenta

Odebrecht-2

Max Filho, Cesar Colnago, Audifax Barcelos e outros três políticos capixabas sem mandato também estão na lista que o executivo Benedicto Júnior, o BJ, delator da Odebrecht, entregou à Operação Lava. As informações são do portal “Estadão”, que publicou uma planilha com doações de R$ 246.612.801,00 de caixa 2 a 187 políticos do alto escalão e também do baixo clero.

Segundo a reportagem, a farta distribuição de dinheiro ilícito engordou o caixa dos mais importantes partidos entre 2008 e 2014 e favoreceu seus caciques. Constam nesta relação, novamente, os nomes do governador Paulo Hartung (PMDB), o Baianinho, bem como Renato “Centroavante” Casagrande (PSB), Luciano “Filho do Reino” Rezende (PPS), Luiz Paulo “Filhote” Lucas e Ricardo “Duro” Ferraço. Os novos nomes são do prefeito de Vila Velha, Max “Novo” Filho (PSDB), o prefeito de Serra Audifax “Italiano” Barcelos (Rede), o vice-governador Cesar “Gripe” Colnago (PSDB), bem como os petistas Guilherme “Magma” Lacerda, Iriny “Masculino” Lopes e Alexandre “Sapato” Passos.

A planilha de BJ é dividida em 11 colunas: Index – com o número de políticos que teriam recebido repasse -, Ano, Cargo, Estado/Município, Codinome, Nome, Intermediário do Político, Doação Caixa 2, Propósito, Pessoa de Contato e Observação.

Por ordem de tempo, em 2008, Luiz Paulo recebeu o repasse de R$ 100 mil como ajuda em sua campanha para a prefeitura de Vitória. Segundo os dados da lista de BJ, o dinheiro foi entregue por intermédio de uma pessoa identificada como Fernando Nogueira. Dois anos depois, por intermédio também de Fernando e do advogado Luciano Ceotto foram repassados mais R$ 500 mil. Em 2010 “Filhote” concorreu ao governo do Espírito Santo.

Ainda em 2010 a Odebrecht fez repasses de mais de R$ 3 milhões para capixabas. Para Guilherme Lacerda, que concorria a deputado federal teriam sido três repasses de R$ 500 mil, enquanto Iriny foi eleita para o mesmo cargo tendo sido beneficiária de R$ R$ 50 mil de caixa 2 e o petista Alexandre Passos, que é ex-vereador de Vitória e concorria a deputado estadual, teria recebido para sua campanha R$ 30 mil. E ainda o atual conselheiro Sérgio Borges, o “Boquinha”, teria sido eleito com o benefício de R$ 50 mil.

Para o pleito de 2010 Paulo Hartung, com o codinome Baianinho, mesmo não tendo concorrido, teria recebido por meio do intermediário Neivaldo Bragatto quatro repasses de R$ 250 mil. Já Renato Casagrande, que era candidato ao Governo do Espírito Santo, está na lista como tendo recebido, por meio do intermediário Paulo Brusque, sete repasses de R$250 mil e um de R$ 50 mil. Fechando a relação daquele ano, o então candidato a deputado federal, Cesar Colnago, foi eleito com o apoio financeiro da empreiteira no valor de R$30 mil.

No ano de 2012, mesmo sem concorrer, Hartung e Casagrande conseguiram para seus candidatos os valores de R$ 80 mil e R$ 500 mil, respectivamente. No caso do dinheiro da Odebrecht doado a “Centroavante”,um dos beneficiários teria sido o prefeito de Vitória, Luciano Rezende, que foi eleito e teve injetado na campanha dois repasses de R$ 100 mil.

Quem também está na relação é Audifax, cujo repasse para sua campanha à prefeito de Serra em 2012 teria recebido R$ 100 mil, enquanto Max Filho teria recebido R$80 mil.

O senador Ricardo Ferraço está na lista de indiciados do Ministro Edson Fachin e aparece na lista como “Duro” e tendo recebido, por intermédio de um empresário dono de revendedora de carros, quatro repasses de R$ 100 mil para sua campanha ao Senado Federal, em 2010.

Os investigadores suspeitam que parte dos valores repassados a título de doação de caixa 2, na verdade, era propina. Muitos políticos receberam em períodos que não disputaram eleição. O documento reúne apenas os repasses tratados por BJ. Nele não há referência a campanhas presidenciais, missão exclusiva de Marcelo Odebrecht, ex-presidente do Grupo.



Outras Notícias


Empresas têm oportunidade de regularização junto à prefeitura

São Martinho de Dume, ilustre na fé e na ciência

Rodovia e pontes são interditadas após nível do rio subir em Itapemirim

São João Damasceno - Doutor da Igreja de Cristo

Papa Francisco chorou ao ouvir refugiados rohingyas em Bangladesh

Praça Jerônimo Monteiro e as luzes do Natal

MARATAÍZES PREPARA PROGRAMAÇÃO DE VERÃO E PROMETE AGITAR O BALNEÁRIO EM 2018

Você conhece o Dezembro Laranja? Campanha alerta para tumor mais frequente no Brasil

Instituto emite alerta de chuva forte para o ES até o dia 05

Confira as dicas do Procon de Cachoeiro para as compras de Natal

Cachoeiro terá mais viaturas e câmeras para segurança pública

HIV não é sinônimo de aids e tratamento pode garantir vida normal a pacientes

Expectativa de vida do brasileiro é de 75,8 anos, diz IBGE

Em Bangladesh, Papa destaca esforços comuns das religiões pela paz

São Cromácio - Bispo de Aquiléia (Itália)

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.