Santa Ema, sinal de que a santidade passa pela caridade

Santa-ema

Santa Ema, administrava seus bens para o beneficio do próximo

Por parte de mãe, não existia testemunho nem incentivo à santidade. O chamado que ela tinha no coração era ao matrimônio. Casou-se com o conde Ludgero e teve um filho, cujo chamado era para a vocação sacerdotal. Iluminado pelo testemunho da mãe, tornou-se sacerdote e depois bispo. Ao ficar viúva, essa santa discerniu e decidiu consagrar sua viuvez ao Senhor, numa vida de oração expressa na caridade. Muitos conventos e abadias foram construídos graças à sua generosidade. Ela vivia no meio da sociedade, administrando seus bens para o beneficio do próximo.

Santa Ema passou os últimos momentos de sua vida numa abadia, após 40 anos de dedicação a Deus, faleceu em 1045. Depois de muito tempo abriram seu túmulo, e encontraram o seu corpo todo em pó, exceto a sua mão direita estava intacta, pois era com essa mão que ela praticava a caridade ao próximo. Um sinal de que a santidade passa pela caridade.

Santa Ema, rogai por nós!



Outras Notícias


Frio pode agravar doenças reumáticas

Festa da Polenta pode virar patrimônio imaterial do ES

Entidades recebem donativos arrecadados na Corrida de São Pedro

Cachoeiro tem 12 espaços públicos com acesso livre à internet

Cachoeiro de Itapemirim ganha Feira Agroecológica aos domingos

Santo Aurélio destacava-se pela caridade, zêlo e pureza de vida

Investigação sobre morte de advogado de Cachoeiro segue sob sigilo

Nossa Senhora do Carmo

Número de homicídios cai em Cachoeiro

Número de homicídios cai em Cachoeiro

Espaços públicos de Cachoeiro têm atrações no fim de semana

São Camilo de Léllis, servia a Cristo na pessoa do doente

PM recupera veículos, apreende armas e prende criminosos que fizeram vários assaltos em Cachoeiro

PM recupera veículo e apreende drogas em Castelo

Santo Henrique e Santa Cunegundes

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.