Anatel proíbe Oi de cobrar por ligações de orelhões em 14 estados e ES

Orelhao-oi

Consumidores podem fazer ligações locais e de longa distância nacionais de forma gratuita a partir de orelhões da Oi em 15 estados, incluindo o Espírito Santo. A decisão, da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), começou a valer no domingo (1º) e segue em vigor até 30 de março de 2018.

A gratuidade vale para telefones públicos do estado capixaba, além de Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Roraima, Santa Catarina e Sergipe.

Em uma fiscalização realizada em agosto de 2017, a Anatel verificou que nesses estados o nível de orelhões em condições de operação não atingiu os patamares estabelecidos pela agência reguladora. A disponibilidade dos orelhões deve ser de no mínimo 90% em todos os estados e de no mínimo 95% nas localidades atendidas somente por orelhões.

De acordo com a Anatel, a gratuidade se manterá até o dia 30 de março de 2018, quando deverá ser divulgado o resultado da próxima fiscalização sobre as condições de disponibilidade dos orelhões.



Outras Notícias


Caminhoneiro tenta atropelar policiais após fugir de abordagem em Cachoeiro-ES

Homem é morto com tiro na cabeça, em Cachoeiro-ES

Professora de Cachoeiro é destaque em prêmio

SUS não possui mais obrigação de oferecer gratuitamente medicamentos regulados pela Anvisa

Prevenir suicídio passa por restrição da venda de agrotóxico, diz diretora

Melhoria: mais equipes e consultas nas unidades básicas de saúde no sul do Estado

Mais de 6 mil policiais farão segurança no 1º turno das eleições no Espírito Santo

Caixa começa a cobrar juros menores para financiamento imobiliário

Circo da Cultura será palco para festival de música na próxima semana

São Geraldo, primeiro mártir da Hungria

Mulher é atropelada por ônibus em Cachoeiro e morre

Envolvidos no assassinato de policial civil em Cachoeiro permanecerão presos

Papa Francisco pede diálogo 'em respeito a leis humanitárias' na Síria

Longevidade: Alimentação balanceada é garantia de benefícios para a saúde

Entidades de caminhoneiros negam boatos sobre nova paralisação

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.