Novo modelo do rotativo de Cachoeiro é apresentado em audiência

C1011_rotativo

A proposta do novo modelo de estacionamento rotativo em Cachoeiro foi apresentada em audiência pública realizada na noite desta terça-feira (10), no auditório da escola Zilma Coelho Pinto. O encontro contou com a presença de moradores, vereadores e representantes de diversas secretarias municipais, que debateram o projeto elaborado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (Semdurb).

A audiência pública foi a última etapa do processo de elaboração do modelo de rotativo a ser implementado. O próximo passo é o lançamento do edital de licitação para as empresas concorrentes, o que deverá ocorrer nas próximas semanas.

“O nosso objetivo é que a cidade inteira se desenvolva de maneira organizada. A concessão vai ter duração de dez anos, vai impactar a cidade por dez anos. Por isso, é muito importante que nós tenhamos um debate responsável com a sociedade sobre esse tema”, afirmou o prefeito Victor Coelho na abertura da audiência.

O presidente da Câmara Municipal, vereador Alexandre Bastos, destacou que a elaboração do novo modelo passou por um amplo processo de discussão com a sociedade. “É a terceira e última audiência que nós realizamos. A volta do rotativo é algo muito desejado pelas pessoas”, comentou.

Já o secretário de Desenvolvimento Urbano, Mário Louzada, ressaltou que o rotativo é um instrumento de organização do uso do espaço público e da mobilidade urbana.

A proposta

No total, o estacionamento rotativo disponibilizará 2.186 vagas, sendo 1.767 para carros e 419 para motos. A cidade deverá ser dividida em Zona Azul, que compreende a região do Centro do município, e Zona Verde, que abrange o chamado “centro expandido” – locais de grande movimentação urbana, mas que ficam em regiões mais afastadas. A ideia é que a implementação comece pela Zona Azul e parte da Zona Verde, com expansão gradativa para os demais locais.

Os valores a serem cobrados serão diferenciados em cada uma das áreas. Na Zona Azul, taxas ficarão entre R$ 2,50 e R$ 4,50 para carros e de R$ 0,50 a R$ 2,00 para motos poderem estacionar de uma a três horas. Na Zona Verde, haverá uma tolerância maior de tempo e valores mais baixos: de R$ 2,00 (uma hora) a R$ 5,00 (quatro horas) para carros e de R$ 0,50 (duas horas) a R$1,50 (quatro horas) para motos.

Também será implantada a chamada “tarifa pós-uso”, com valor máximo de R$ 10. A cobrança será aplicada aos donos dos veículos que ultrapassarem o tempo ou tenham estacionado sem pagar. Eles terão prazo de 24 horas para quitar o débito.

A proposta também prevê a instalação de sistema digital de cobrança, com pontos de compra de créditos a cada 100 metros e credenciamento para compra em estabelecimentos comerciais. A informatização permitirá que créditos não utilizados pelos usuários possam ser reaproveitados em outros locais de estacionamento ou até mesmo para pagamento de contas como água e energia.

Mário Louzada destacou que o novo modelo do rotativo é parte integrante do Plano de Mobilidade Urbana do Município. “Vamos fazer um Centro organizado, em que as pessoas sintam vontade de ir para frequentar o comércio. Com a limitação de horários, todos terão vaga para estacionar pelo tempo realmente necessário. É um grande passo para melhorar o fluxo do trânsito na cidade”, disse.



Outras Notícias


Acidente entre dois caminhões deixa trânsito lento na Rodovia ES 482 em Cachoeiro

COMEÇA NA PRÓXIMA SEGUNDA-FEIRA (17) O MUTIRÃO DO REFIS 2017 EM MARATAÍZES

No Espírito Santo, sete em cada mil adolescentes serão mortos antes de completar 19 anos

Obras de Terminal Pesqueiro viram alvo de polêmica em Itapemirim

Santa Margarida Maria Alacoque, devota do Sagrado Coração de Jesus

Ifes abre inscrições para 3.726 vagas em cursos técnicos e de especialização técnica

Definido: motos vão passar a pagar rotativo

Homem leva tiro de raspão no rosto em Cachoeiro

Seca transforma paisagem no Porto do Pontal, em Marataízes

Adolescente morre após acidente envolvendo duas motos no interior de Itapemirim

Aedes Aegypti fez mais de 12 mil vítimas no Espírito Santo até outubro

Novo modelo do rotativo de Cachoeiro é apresentado em audiência

Prefeitura de Cachoeiro lança novo edital da Lei Rubem Braga

Beata Alexandrina Maria da Costa

Santo Alexandre Sauli - Bispo da Igreja de Aléria

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.