Aedes Aegypti fez mais de 12 mil vítimas no Espírito Santo até outubro

Dengue_mosquito-300x202

O Aedes Aegypti vetor das doenças dengue, Chikunguny e zika vírus fez quase 12 mil vítimas no estado do Espírito Santo desde 1º de janeiro até a primeira semana de outubro. Segundo os dados divulgados pela Secretaria de Saúde (Sesa), pelo menos dez pessoas morreram por conta de um desses três males.

Foram notificados 10.291 casos de dengue, sendo que 254 são casos graves e oito são óbitos sob investigação. No mesmo período, a taxa de incidência da doença no Estado ficou em 258,98. Já com relação a Chikungunya foram 1.346 casos casos notificados.Dentro desse total, há um óbito confirmado.

Há registro de circulação do vírus em 22 municípios: Afonso Cláudio, Alfredo Chaves, Aracruz, Baixo Guandu, Barra de São Francisco, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Colatina, Conceição da Barra, Guaçuí, Guarapari, Jerônimo Monteiro, Linhares, Marechal Floriano, Montanha, Nova Venécia, São Mateus, Serra, Vargem Alta, Viana, Vila Velha e Vitória.

Com relação ao zika vírus, foram notificados 467 casos de infecção pelo zika vírus no Espírito Santo. Os municípios que apresentam casos de zika confirmados são: Alto Rio Novo, Aracruz, Baixo Guandu, Barra de São Francisco, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Castelo, Colatina, Domingos Martins, Fundão, Guarapari, Iconha, Irupi, Itaguaçu, Itarana, Iúna, Mantenópolis, Marataízes, Marechal Floriano, Mucurici, Muniz Freire, Nova Venécia, Pinheiros, Presidente Kennedy, Santa Teresa, São José do Calçado, Serra, Sooretama, Viana, Vila Velha e Vitória.

Com a chegada da Primavera e os dias mais quentes, a Sesa destaca cuidados para evitar o aumentos dos casos e novas epidemias. A prevenção está relacionada diretamente a uma atenção constante com a limpeza para evitar criadouros para a larva do mosquito vetor.

Como se prevenir
– Limpar o quintal, jogando fora o que não é utilizado;
– Tirar água dos pratos de plantas;
– Colocar garrafas vazias de cabeça para baixo;
– Tampar tonéis, depósitos de água, caixas d’água e qualquer tipo de recipiente que possa reservar água;
– Manter os quintais bem varridos, eliminando recipientes que possam acumular água, como tampinha de garrafa, folhas e sacolas plásticas;
– Escovar bem as bordas dos recipientes (vasilha de água e comida de animais, pratos de plantas, tonéis e caixas d’água) e mantê-los sempre limpos.



Outras Notícias


Unidades de saúde estendem horário de atendimento

Médicos alertam sobre superbactéria transmitida sexualmente

Mulher é baleada na cabeça e abdômen

Morador de Itapemirim encontra corpo em rio

Adolescente de 16 anos é detido com drogas e arma em Cachoeiro

Saiba como pedir aposentadoria por idade pela internet ou telefone

Bolsa Família começa a pagar benefício com reajuste

Pagamento da primeira parcela do 13º de aposentados começa em agosto

Brasil tem 677 casos de sarampo confirmados, diz Ministério da Saúde

São Símaco era conciliador, homem de justiça e sinal de paz

Santo Henrique e Santa Cunegundes

Mulher é presa transportando droga nas partes íntimas em Vargem Alta

Câmara aprova gratuidade na conta de luz para famílias de baixa renda

Veículo precisa de autorização do Detran para usar gás. Saiba quais cuidados tomar!

Homem suspeito de matar a esposa é preso em Atílio Vivácqua

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.