Ministério Público requer instalação de Caps-i em Cachoeiro de Itapemirim

Caxu

O Ministério Público Estadual (MPES), por meio da Promotoria de Justiça de Cachoeiro de Itapemirim, no sul do Estado, ingressou com Ação Civil Pública contra o município requerendo instalação de um Centro de Atenção Psicossocial Infanto-Juvenil (Caps-i). A medida foi tomada depois de diversas tentativas frustradas de acordo entre a prefeitura e o MPES, que prometia instalar equipamentos para o atendimento de crianças e adolescentes, mas não assinava compromisso.

As cobranças da Promotoria vinham desde 2009, se sucesso. De acordo com a ação, no município não há nenhum equipamento, mesmo sendo ele o mais populoso do sul do Estado, com população estimada de 210,3 mil habitantes.

O Caps-i é um serviço de saúde mental do Sistema Único de Saúde (SUS), substitutivo às internações em hospitais psiquiátricos de crianças e
adolescentes. O objetivo do equipamento é ofertar à população da área de abrangência acompanhamento clínico e reinserção social, através do trabalho, lazer, oficinas terapêuticas, monitorar medicação, atendimento multidisciplinar e fortalecimento de vínculos familiares e comunitários.

Na ação, o MPES requer a construção e estruturação de um Caps-i – que tem custo mensal de R$ 74 mil – no prazo de 360 dias e que o município seja proibido de custear eventos festivos, que tenham recursos públicos investidos em valor superior a R$ 50 mil, enquanto o centro não estiver em funcionamento.

Isso porque o município – que alega falta de verba para a obra – gastou em apenas três meses mais de R$ 1,3 milhão com festas. Em contrapartida, o Estado gastou, em apenas quatro meses, mais de 1,2 milhão custeando tratamento de 32 adolescentes na região sul.



Outras Notícias


Pai envenenou filho com Soda Cáustica

12% das mortes por câncer de mama no Brasil são atribuíveis ao sedentarismo

Polícia identifica corpo de jovem morta a golpes de facão, em Cachoeiro de Itapemirim

Festival de Cinema de Muqui chega à 7º edição com mostras e cursos

Assinado o convênio que garante a segunda etapa da obra de reurbanização da Praia Central de Marataízes

Estado libera licença prévia e de instalação para início das obras da nova fábrica da Selita

Emprego: agências do Sine intermediam mais de 290 vagas nesta semana

Inscritos no Enem já podem checar local de provas

Luciano Paiva e outros nove condenados terão de devolver R$ 21 milhões

São João Paulo II

Casa & Vídeo volta ao Espírito Santo e planeja inaugurar mais quatro lojas até 2019

Seis coisas que todos precisam saber sobre câncer de mama

Mais de 50% dos adolescentes capixabas consomem produtos industriais

Unidades de saúde intensificam ações contra câncer de mama e colo do útero

Trabalhadores nascidos em outubro podem sacar o PIS

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.