Mutirão para negociar dívidas segue até sexta (24) em Cachoeiro

C1120_mutirão

“Essa iniciativa é, também, uma verdadeira ação social, que devolve nossa dignidade. Parabéns a todos os envolvidos. Estou muito feliz da vida”, avaliou Adelson Ferreira Santana, que tinha motivos para comemorar: conseguiu quitar sua dívida com uma empresa de telefonia móvel, com mais de 50% de desconto, por meio do 9º Mutirão de Negociação de Dívidas, que começou nesta segunda-feira (20), em Cachoeiro de Itapemirim, e vai até sexta (24).

Organizado pelo Procon de Cachoeiro, em parceria com o Procon Estadual, o evento acontece na escola municipal Zilma Coelho Pinto (antiga Campanha), no bairro Ferroviários, das 9h às 17h.

O atendimento é limitado, e as senhas são distribuídas às 14h do dia anterior, sem possibilidade de fazer reservas. Para participar, é preciso que o responsável pela dívida leve CPF, Carteira de Identidade, comprovante de renda e de residência, além da conta, que deve estar em atraso, no mínimo, há 60 dias.

“Essa parceria vem em boa hora para atendermos a população. E isso vai ser muito benéfico, também, para a própria cidade. Não só o comércio ganha, mas, principalmente, os consumidores, que, ao quitarem suas dívidas, estarão livre para realizar novas compras, e com consciência, porque aqui também aproveitamos a ocasião para orientá-los sobre organização financeira familiar”, reforçou o coordenador do Procon Municipal, Marcos Cesário.

Participam do mutirão o Banestes, o Banco do Brasil, a Caixa Econômica Federal, o Bradesco, o Itaú, a Dacasa, a Avista, a Crefisa, a Claro/Net/Embratel, a Vivo/GVT, a BRK e a CDL. Do total de senhas fornecidas por empresa participante, 15% será destinado a atendimento preferencial para idosos com 60 anos ou mais, gestantes em adiantado estado de gravidez, portadores de necessidades especiais e pessoas com criança de colo.

“Quando os consumidores têm sucesso no acordo, eles vão contando para os seus familiares, amigos, vizinhos, o que faz com que, a partir do segundo dia, cresça bastante o número de atendimento. Nossa expectativa, portanto, é das mais otimistas”, explicou a diretora-presidente do Procon-ES, Denize Izaíta, ao informar que serão distribuídas, ao todo, cerca de cinco mil senhas.

Confira as dívidas bancárias que não serão negociadas:

- Caixa Econômica Federal não vai atender as seguintes demandas: Exclusão CCF, Financiamento imobiliário, operações de câmbio (ACC e ACE), Operações em execução com Garantia Real.

- Banco do Brasil não vai negociar dívidas rurais, financiamento imobiliário e de veículo, FIES, dívidas cedidas a Ativos S.A e dívidas renegociadas recentemente.

- Banestes não irá negociar operações com atraso inferior a 60 dias, restituição de imposto de renda do ano atual, adiantamento do 13º salário do ano atual (2017), adiantamento a depositantes, operações de crédito com valores superiores a R$ 30.000,00, Cheques sem fundos (CCF – motivo 12), Carnês Banestes Financeira, Financiamento de veículo, crédito rural, operações com recursos BNDES, Financiamento imobiliário, operações já ajuizadas, operações de titularidade de pessoas jurídicas, operações com garantia real. Mas irá negociar cartões de crédito Banescard e Visa com atraso superior a 59 dias, cheque confiança (cheque especial), créditos pessoais, adiantamento de 13º salário, restituição de imposto de renda e operações de Microcrédito e Nossocrédito.

- O Bradesco não vai negociar empréstimo pessoal, crédito imobiliário e rural.

Procon realiza apenas atendimento interno no período do mutirão

Em virtude da realização do 9º Mutirão de Negociação, nesta semana, o Procon Municipal manterá sua sede funcionando em esquema especial, incluindo serviços de protocolo e atendimento telefônico.

Número de senhas que serão distribuídas, por dia, para atendimento:

Crefisa – 25
Banestes – 75
Vivo – 40
Avista – 50
Banco do Brasil – 40
Dacasa – 150
Claro/Net – 40
BRK – 40
Caixa Econômica Federal – 80
Bradesco – 30
Itaú – 40
CDL – Consultas



Outras Notícias


Pai envenenou filho com Soda Cáustica

12% das mortes por câncer de mama no Brasil são atribuíveis ao sedentarismo

Polícia identifica corpo de jovem morta a golpes de facão, em Cachoeiro de Itapemirim

Festival de Cinema de Muqui chega à 7º edição com mostras e cursos

Assinado o convênio que garante a segunda etapa da obra de reurbanização da Praia Central de Marataízes

Estado libera licença prévia e de instalação para início das obras da nova fábrica da Selita

Emprego: agências do Sine intermediam mais de 290 vagas nesta semana

Inscritos no Enem já podem checar local de provas

Luciano Paiva e outros nove condenados terão de devolver R$ 21 milhões

São João Paulo II

Casa & Vídeo volta ao Espírito Santo e planeja inaugurar mais quatro lojas até 2019

Seis coisas que todos precisam saber sobre câncer de mama

Mais de 50% dos adolescentes capixabas consomem produtos industriais

Unidades de saúde intensificam ações contra câncer de mama e colo do útero

Trabalhadores nascidos em outubro podem sacar o PIS

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.