EUA atacam militantes no Paquistão, acirrando a atual crise

Protesto-morte-osama-paquistao-20110504-size-598 (1)

Desde a morte de Osama bin Laden, a tensão entre Washington e Islamabad tem aumentado a cada dia. Nesta quinta-feira, a crise ganhou mais um impulso: uma aeronave não tripulada dos EUA disparou mísseis contra militantes no Paquistão, matando oito deles, segundo autoridades paquistanesas. Foi o terceiro ataque desse tipo desde que forças americanas localizaram o terrorista em seu esconderijo em Abbottabad. Os EUA suspeitam que o Paquistão sabia onde bin Laden estava escondido. Já o governo deste país se diz indignado com a operação militar americana, que vê como violação de sua soberania.

A CIA regularmente lança ataques com seus aviões sem pilotos nas terras tribais contra militantes que atravessam a fronteira do Afeganistão para combater forças ocidentais na região. E, apesar do Paquistão ter feito uma objeção oficial às ofensivas, autoridades americanas dizem que elas são realizadas graças a um entendimento com o governo do país.

Há um componente financeiro que ainda pode aumentar a tensão. Desde 2001, quando os paquistaneses se juntaram à campanha americana antiterrorismo, os EUA enviaram ao Paquistão 7,4 bilhões de dólares. Islamabad afirmou que provavelmente receberá mais 300 milhões. Mas parlamentares americanos questionam a ajuda desde que bin Laden foi encontrado em território paquistanês. Alguns deles pediram que a assistência seja suspensa.

Sarah Hussein Obama, 88, avó de Barack Obama
Segurança – O secretário de Defesa dos EUA, Robert Gates, manifestou preocupação pela segurança dos membros do comando SEAL da Marinha americana que liquidaram bin Laden, e disse que as medidas de proteção para os integrantes do grupo devem ser reforçadas.

A preocupação parece não ser infundada uma vez que até a avó de Obama foi ameaçada de morte, no Quênia, pelo grupo africano Al-Shabbab, ligado à organização terrorista Al Qaeda. Sarah Obama, de 88 anos, receberá proteção especial da polícia queniana. Apesar disso, ela se mostrou despreocupada: “Minha vida não mudou em nenhum sentido. Mas, se o governo trouxer mais segurança, tudo bem”



Publicidade


Outras Notícias


Bienal Rubem Braga terá encontro nacional de literatura fantástica

Dia D de vacinação contra gripe em Cachoeiro é no sábado (12)

Inscrições no Enem já começaram

Inscrições para o Enem passam de 200 mil em uma hora e meia

São Pedro de Tarantásia, foi um homem pacificador

Diocese de Cachoeiro adota medidas para evitar contágio de gripes

Santa Casa lança campanha para incentivar mulheres a doar sangue

Estudantes são assaltadas na porta de faculdade em Cachoeiro

Homem é morto durante tentativa de assalto em Cachoeiro

Nasceu; e agora? Psicólogos explicam como lidar com a depressão pós-parto

Atenção, motoristas! IPVA de veículos com finais de placas de 6 a 0 começa a vencer

Prorrogado para 10 de maio prazo para renovar contratos do Fies

Campanha de vacinação em todo o país vai até 01 de junho

Conta de luz: Em maio bandeira tarifária mais cara

São Floriano, padroeiro dos bombeiros

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.