Professores do Estado terão piso de R$ 1.534 por jornada semanal de 25 horas

Sedu

Em 2018 o piso salarial dos professores da rede estadual no Espírito Santo passa a R$ 1.534,60, com a correção de 6.81% sobre o valor pago em 2017, que é de R$ 1.436,76.

Esta semana o governo federal divulgou o novo valor do piso nacional do magistério para 2018: será de R$ 2.455,35 para jornada de 40 horas semanais. O aumento foi de 6.81% em relação ao valor pago em 2017.

Mas, no Espírito Santo, o valor pago à grande maioria dos professores será de R$ 1.534,60, com a correção de 6.81%. A explicação é que a jornada de trabalho do governo do Estado é de 25 horas.

A informação é do professor Swami Cordeiro Bérgamo. Ele explicou que o salário pago pelo Estado não é atrativo para jovens que tenham potencial para o magistério.

O Espírito Santo tem aproximadamente 16 mil professores na rede pública estadual. O professor informou que o governo do Estado não vem cumprindo o Plano de Carreira do Magistério nos termos da Lei de Diretrizes e Bases (LDB), pois não considera o nível de formação e o tempo de serviço para composição do piso salarial.

Para corrigir as ilegalidades praticadas pelo governo do Estado em relação ao magistério, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Espírito Santo (Sindiupes) ajuizou a ação civil pública 0004304-54.2012.8.08.0024, como informou o professor.



Outras Notícias


Casa & Vídeo volta ao Espírito Santo e planeja inaugurar mais quatro lojas até 2019

Seis coisas que todos precisam saber sobre câncer de mama

Mais de 50% dos adolescentes capixabas consomem produtos industriais

Unidades de saúde intensificam ações contra câncer de mama e colo do útero

Trabalhadores nascidos em outubro podem sacar o PIS

São Lucas, uma figura simpática do Cristianismo primitivo

Começa a reurbanização da Praia Central

Boleto vencido acima de R$ 100 poderá ser pago em qualquer banco

Festa da Polenta marca 40 anos de tradição em Venda Nova, ES

Homem é preso em Castelo suspeito de envenenar o filho para tentar reatar casamento

Criança que teve braço amputado em acidente será indenizada em R$ 250 mil e terá pensão vitalícia

OMS considera a obesidade a 2ª principal causa de morte no mundo

Justiça denuncia eleitor que filmou o voto e divulgou em rede social

PRF fiscalizará estradas em operação no feriado de Nossa Senhora Aparecida

Pediatras pedem uso racional de exames por imagens em crianças

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.