Alterações hormonais da gravidez afetam a pele e os cabelos

Gravidez

A gravidez representa um período de muitas mudanças para a mulher, grande parte delas fisiológicas, provocadas pelo aumento nos níveis de hormônios como progesterona, estrogênio, prolactina, BHCG e outros. E a atuação intensificada desses hormônios no organismo reflete em alterações vasculares, glandulares e de pigmentação da pele que podem provocar alguns desconfortos.

A dermatologista Carolina Belo explica que é comum que as grávidas apresentem escurecimento em algumas áreas do corpo, como axilas, genitália, aréolas mamárias e linea alba (localizada no abdômen), mas normalmente algum tempo após o parto elas voltam à coloração anterior da gestação.

Já o melasma (manchas castanhas no rosto) que costuma ocorrer entre 50% a 70% das gestantes é uma condição crônica e quando surge, exige tratamento contínuo. “O melasma pode ser causado por uma série de fatores, como raça, genética, exposição solar, entre outras causas, por isso o mais importante é proteger o rosto da radiação ultravioleta, evitando a exposição solar. Quando necessário são indicados produtos clareadores para gestantes”, destaca a dermatologista.

A também dermatologista Giselly De Crignis conta que as alterações vasculares também são comuns durante esse período. “O surgimento de pequenos vasinhos no rosto e varizes e inchaço nas pernas acontece principalmente durante os últimos meses da gravidez, quando há maior retenção de sódio e água, além da compressão da veia cava inferior pelo útero gravídico”. Geralmente, tendem a regredir após o parto com a queda dos hormônios gravídicos.

Outra preocupação constante das futuras mamães são as estrias, que chegam a acometer 90% das gestantes. Elas costumam aparecer a partir do terceiro trimestre e são causadas por uma combinação de fatores, como estiramento da pele, hereditariedade e influência hormonal. “Devemos dar ênfase à prevenção das estrias já que durante a gestação não podemos realizar tratamentos específicos. A principal recomendação é evitar o ganho de peso rápido e excessivo e realizar a hidratação adequada da pele com cremes específicos para gestantes”, explica Kátia Ventura, dermatologista.

Outro cuidado importante durante a gravidez é com a oleosidade da pele. O aumento da atividade das glândulas sebáceas pode provocar acne e a recomendação da médica Kátia Ventura é que a gestante faça uso de sabonetes que reduzem a oleosidade. “Alguns tratamentos tópicos também podem ser utilizados, mas sempre com o acompanhamento de um dermatologista”, ressalta.

Cabelos, pelos e unhas também não escapam das alterações provocadas pelos hormônios da gravidez. Waldéria Stephani Ribeiro conta que as unhas crescem mais rapidamente durante a gestação e os fios de cabelo ficam mais grossos, deixando-o mais cheio e diminuindo a queda. “A queda de cabelo ocorre entre o segundo e o sexto mês pós-parto e seu tempo de duração é de aproximadamente três meses podendo chegar a um ano. Para amenizar o problema, podem ser utilizados alguns xampus e suplementação vitamínica oral”, explica.



Outras Notícias


Pai envenenou filho com Soda Cáustica

12% das mortes por câncer de mama no Brasil são atribuíveis ao sedentarismo

Polícia identifica corpo de jovem morta a golpes de facão, em Cachoeiro de Itapemirim

Festival de Cinema de Muqui chega à 7º edição com mostras e cursos

Assinado o convênio que garante a segunda etapa da obra de reurbanização da Praia Central de Marataízes

Estado libera licença prévia e de instalação para início das obras da nova fábrica da Selita

Emprego: agências do Sine intermediam mais de 290 vagas nesta semana

Inscritos no Enem já podem checar local de provas

Luciano Paiva e outros nove condenados terão de devolver R$ 21 milhões

São João Paulo II

Casa & Vídeo volta ao Espírito Santo e planeja inaugurar mais quatro lojas até 2019

Seis coisas que todos precisam saber sobre câncer de mama

Mais de 50% dos adolescentes capixabas consomem produtos industriais

Unidades de saúde intensificam ações contra câncer de mama e colo do útero

Trabalhadores nascidos em outubro podem sacar o PIS

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.