Alterações hormonais da gravidez afetam a pele e os cabelos

Gravidez

A gravidez representa um período de muitas mudanças para a mulher, grande parte delas fisiológicas, provocadas pelo aumento nos níveis de hormônios como progesterona, estrogênio, prolactina, BHCG e outros. E a atuação intensificada desses hormônios no organismo reflete em alterações vasculares, glandulares e de pigmentação da pele que podem provocar alguns desconfortos.

A dermatologista Carolina Belo explica que é comum que as grávidas apresentem escurecimento em algumas áreas do corpo, como axilas, genitália, aréolas mamárias e linea alba (localizada no abdômen), mas normalmente algum tempo após o parto elas voltam à coloração anterior da gestação.

Já o melasma (manchas castanhas no rosto) que costuma ocorrer entre 50% a 70% das gestantes é uma condição crônica e quando surge, exige tratamento contínuo. “O melasma pode ser causado por uma série de fatores, como raça, genética, exposição solar, entre outras causas, por isso o mais importante é proteger o rosto da radiação ultravioleta, evitando a exposição solar. Quando necessário são indicados produtos clareadores para gestantes”, destaca a dermatologista.

A também dermatologista Giselly De Crignis conta que as alterações vasculares também são comuns durante esse período. “O surgimento de pequenos vasinhos no rosto e varizes e inchaço nas pernas acontece principalmente durante os últimos meses da gravidez, quando há maior retenção de sódio e água, além da compressão da veia cava inferior pelo útero gravídico”. Geralmente, tendem a regredir após o parto com a queda dos hormônios gravídicos.

Outra preocupação constante das futuras mamães são as estrias, que chegam a acometer 90% das gestantes. Elas costumam aparecer a partir do terceiro trimestre e são causadas por uma combinação de fatores, como estiramento da pele, hereditariedade e influência hormonal. “Devemos dar ênfase à prevenção das estrias já que durante a gestação não podemos realizar tratamentos específicos. A principal recomendação é evitar o ganho de peso rápido e excessivo e realizar a hidratação adequada da pele com cremes específicos para gestantes”, explica Kátia Ventura, dermatologista.

Outro cuidado importante durante a gravidez é com a oleosidade da pele. O aumento da atividade das glândulas sebáceas pode provocar acne e a recomendação da médica Kátia Ventura é que a gestante faça uso de sabonetes que reduzem a oleosidade. “Alguns tratamentos tópicos também podem ser utilizados, mas sempre com o acompanhamento de um dermatologista”, ressalta.

Cabelos, pelos e unhas também não escapam das alterações provocadas pelos hormônios da gravidez. Waldéria Stephani Ribeiro conta que as unhas crescem mais rapidamente durante a gestação e os fios de cabelo ficam mais grossos, deixando-o mais cheio e diminuindo a queda. “A queda de cabelo ocorre entre o segundo e o sexto mês pós-parto e seu tempo de duração é de aproximadamente três meses podendo chegar a um ano. Para amenizar o problema, podem ser utilizados alguns xampus e suplementação vitamínica oral”, explica.



Outras Notícias


Mulher é detida com drogas e produtos roubados

Adolescentes consomem bebidas alcóolicas cada vez mais cedo

Trabalhador levará 40 anos para chegar a 100% do benefício, diz ministério

Carnaval de Cachoeiro resgata tradicionais bonecões e homenageia artistas

Procon-ES orienta consumidor que vai curtir o Carnaval

Profissionais do Programa Mais Médicos participam de capacitação no ES

Mulheres ocupam 69% dos cargos de liderança em comunicação empresarial

Reforma da Previdência: veja os principais pontos

São Pedro Damião - Doutor da Igreja

Banco do Brasil e Caixa abrem contas de doação a Brumadinho

Investimentos para o aeroporto de Cachoeiro serão retomados

Polo UAB terá dois cursos superiores inéditos em Cachoeiro

Advogado cachoeirense é desautorizado a falar em nome da Vale

Nutricionista dá dicas para alimentação saudável no ambiente escolar

Dois moradores da Serra estão entre as vítimas de Brumadinho

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.