Governo do Estado monitora de perto cidades afetadas por chuvas

Chuvas 17032018 - 9625cd5c-69b3-4ce3-a9bf-9e0bbcff67ce

O Governo do Estado está monitorando de perto as cidades que foram mais afetadas pelas fortes chuvas que atingiram o Espírito Santo na manhã e na tarde deste sábado (17). Foram empregados maquinários para desobstruir ruas e importantes vias para escoamento de água e retirada de entulhos, caminhão-pipa para limpar ruas e avenidas, assim como forças-tarefas regionais, sob coordenação do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil, para retirada de famílias de áreas de risco.

O secretário da Agricultura, Octaciano Neto, acompanhado do gerente de Agroecologia e Produção Vegetal da Seag, Marcus Magalhães, e o chefe de gabinete do governador, Paulo Roberto, estiveram na estrada do Caminhos do Campo na comunidade de Olivânia, em Anchieta, onde uma ponte caiu por conta das chuvas. A queda da ponte fez com que a comunidade ficasse isolada. O secretário Octaciano informou que a reconstrução da ponte será iniciada nesta semana. Enquanto isso, a Prefeitura está viabilizando um caminho provisório para que a população possa se deslocar.

O maior volume de água registrado em 12 horas foi em Guarapari. Foram 114mm no município. Na sequência os maiores volumes foram registrados em Cachoeiro de Itapemirim (55.2), Cariacica (49.96), Vitória (44), Serra (43), Marechal Floriano (43), Santa Leopoldina (39), Anchieta (32), Vila Velha (30), Castelo (27).

A Defesa Civil está trabalhando em estado de observação, pois há alertas de rolamentos de rochas e de inundação. Ainda há possibilidade de chuva forte em alguns pontos do Estado.

Auxílios

Já para Rio Novo do Sul, o Governo está enviando um caminhão-pipa para auxiliar na limpeza da cidade, também fortemente atingida pelas chuvas.

Em Iconha, a ponte de 10 metros em Duas Barras na comunidade de São José também caiu, deixando a localidade sem acesso.

Fornecimento de água

A Cesan informa que foi necessário paralisar a estação de tratamento de água de Rio Novo do Sul, na manhã deste sábado (17). A força da água fez romper parte de uma adutora. Devido ao risco, pelo fato de o local ser de difícil acesso, não foi possível fazer o reparo. Nova tentativa será feita a partir deste domingo (18).

As fortes chuvas que atingiram a região aumentaram muito a turbidez (lama) da água, prejudicando o tratamento. A população deve economizar água. Ainda não há previsão de retorno.

A Companhia solicita também aos moradores de Guarapari, Piúma e Anchieta que economizem água e evitem o desperdício. Devido às fortes chuvas, a água dos rios que abastecem estas cidades está com elevada turbidez (lama) e pode ser necessário paralisar o abastecimento. Em Guarapari, a elevação do nível do Rio Jabuti comprometeu a captação. As equipes da Companhia estão monitorando a situação.



Publicidade


Outras Notícias


Bienal Rubem Braga terá encontro nacional de literatura fantástica

Dia D de vacinação contra gripe em Cachoeiro é no sábado (12)

Inscrições no Enem já começaram

Inscrições para o Enem passam de 200 mil em uma hora e meia

São Pedro de Tarantásia, foi um homem pacificador

Diocese de Cachoeiro adota medidas para evitar contágio de gripes

Santa Casa lança campanha para incentivar mulheres a doar sangue

Estudantes são assaltadas na porta de faculdade em Cachoeiro

Homem é morto durante tentativa de assalto em Cachoeiro

Nasceu; e agora? Psicólogos explicam como lidar com a depressão pós-parto

Atenção, motoristas! IPVA de veículos com finais de placas de 6 a 0 começa a vencer

Prorrogado para 10 de maio prazo para renovar contratos do Fies

Campanha de vacinação em todo o país vai até 01 de junho

Conta de luz: Em maio bandeira tarifária mais cara

São Floriano, padroeiro dos bombeiros

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.