Chefe do FMI vai a tribunal sob acusação de crime sexual

Fmi

O chefe do FMI (Fundo Monetário Internacional), Dominique Strauss-Kahn, deve fazer sua primeira aparição diante de um tribunal nesta segunda-feira, desde que foi acusado de tentar estuprar uma camareira de hotel, em um caso que chocou a política francesa e causa problemas à organização.

Algemado, Strauss-Kahn foi visto em público pela primeira vez desde sua prisão quando foi levado ao tribunal criminal de Manhattan, na noite deste domingo.
Seus advogados disseram que ele se declarará inocente em relação às acusações de ato sexual criminoso, aprisionamento ilegal e tentativa de estupro. Tais alegações podem dar fim à sua vida pública e às suas ambições para se tornar presidente da França.

“Nosso cliente consentiu em fazer um exame científico e forense”, disse William Taylor, advogado do chefe do FMI em Washington. “Ele está cansado, mas está bem”.

Strauss-Kahn, que até então era considerado favorito na disputa presidencial francesa, apareceu com as mãos algemadas atrás das costas no domingo, quando detetives o levaram para um carro de polícia diante de várias câmeras de TV.

Um porta-voz da polícia disse que a camareira, de 32 anos, que trabalha no Sofitel da Times Square identificou Strauss-Kahn em uma linha de suspeitos formada pela polícia, que tinha ainda outros cinco homens.

O diretor-gerente do FMI, que escolheu o ex-advogado de Michael Jackson para liderar sua equipe de defesa, se submeteu ao exame forense, no qual policiais buscaram por arranhões ou outras evidências do suposto ataque.

Figura carismática, Strauss-Kahn liderou o FMI durante a crise financeira global entre 2007 e 2009, pressionando por medidas de estímulo e cortes nas taxas de juros para evitar uma depressão, e tem sido vital nas negociações para solucionar os problemas europeus de dívida.

Fonte:folha sp



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.