Santa Ema, sinal de que a santidade passa pela caridade

Santa-ema-150x150

Santa Ema, administrava seus bens para o benefício do próximo
Por parte de mãe, não existia testemunho nem incentivo à santidade. O chamado que ela tinha no coração era ao matrimônio. Casou-se com o conde Ludgero e teve um filho, cujo chamado era para a vocação sacerdotal. Iluminado pelo testemunho da mãe, tornou-se sacerdote e depois bispo. Ao ficar viúva, essa santa discerniu e decidiu consagrar sua viuvez ao Senhor, numa vida de oração expressa na caridade. Muitos conventos e abadias foram construídos graças à sua generosidade. Ela vivia no meio da sociedade, administrando seus bens para o benefício do próximo.

Santa Ema passou os últimos momentos de sua vida numa abadia, após 40 anos de dedicação a Deus, faleceu em 1045. Depois de muito tempo abriram seu túmulo, e encontraram o seu corpo todo em pó, exceto a sua mão direita estava intacta, pois era com essa mão que ela praticava a caridade ao próximo. Um sinal de que a santidade passa pela caridade.

Santa Ema, rogai por nós!



Outras Notícias


Criança cai de altura de oito metros ao tentar pegar pipa em Cachoeiro

Estudante é espancada e esfaqueada por casal na porta de escola em Guaçuí

Agricultor dado como morto em Colatina 'reaparece' em Minas Gerais

Estado continua registrando novos casos de malária

Educação: 120 vagas abertas para cursos gratuitos de Libras

Prefeitura inicia instalação de 20 academias populares em Cachoeiro

Com regras rígidas e claras, começa propaganda eleitoral

Doze motivos para não perder o Encontro Nacional de Folia de Reis em Muqui

Santo Estevão da Hungria, devoto de Nossa Senhora

Ifes Cachoeiro seleciona para pós gratuita em rochas

Iases abre processo seletivo para contratar temporários

Conta de luz mais cara no Espírito Santo

Sobe para 80 o número de casos confirmados de malária no ES

Caminhão desgovernado invade casa em Cachoeiro de Itapemirim

Cotistas de todas idades já podem sacar PIS/Pasep

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.