Cachoeiro terá ações no dia de combate à hipertensão arterial

C0423_hiperdia

Quem passar pelo centro de Cachoeiro nesta quinta-feira (26) terá acesso a uma série de atividades com foco na prevenção da hipertensão arterial. A programação, na praça Jerônimo Monteiro, é coordenada pela prefeitura e fica disponível das 8h às 11h.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) conduz o evento em alusão ao Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial. A doença é caracterizada pelos níveis elevados da pressão sanguínea nas artérias.

Na praça, serão promovidos orientações, aferição de pressão arterial, exame de glicemia capilar e vacina contra influenza (gripe) para os pacientes acima de 60 anos e outros grupos prioritários. Os exames serão feitos em parceria com o Instituto Profissional de Educação e Saúde (Ipes).

De acordo com dados da Semus, o município tem, hoje, 21.517 hipertensos e 5.903 diabéticos. “Investir na prevenção é decisivo. Por meio das ações contínuas, nas unidades de saúde e nas visitas domiciliares, buscamos evitar também que os casos se agravem”, explica Marusca Mesquita, gerente de Programas de Saúde.

As orientações durante as atividades ficam por conta, também, dos profissionais do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf), novidade implantada recentemente pela prefeitura nas unidades. São nutricionistas, educadores físicos e fisioterapeuta, que estarão disponíveis no centro com informações atualizadas sobre os prejuízos causados pelo tabaco e sobre alimentação saudável e atividade física.

Unidades promovem ações diárias

Nas comunidades, o trabalho de combate é promovido diariamente por equipes com médico, enfermeiros agentes comunitários, por meio do Hiperdia, que reúne também as medidas contra o diabetes.

Quinzenal ou semanalmente, dependendo de cada equipe, são promovidas palestras em temas relativos aos problemas vivenciados pelos pacientes, como a má alimentação, a falta de exercícios físicos, a fadiga e as situações de estresse.

A coordenadora do Programa de Saúde do Idoso e do Hiperdia na prefeitura, Ivana Santana Carolino, alerta sobre os perigos dessa doença. “É importante que as pessoas fiquem muito atentas, e uma das formas é manter em dia os exames e seguir as orientações. O acidente vascular cerebral, o infarto agudo do miocárdio e a doença renal crônica terminal são as complicações mais comuns”.



Outras Notícias


Criança cai de altura de oito metros ao tentar pegar pipa em Cachoeiro

Estudante é espancada e esfaqueada por casal na porta de escola em Guaçuí

Agricultor dado como morto em Colatina 'reaparece' em Minas Gerais

Estado continua registrando novos casos de malária

Educação: 120 vagas abertas para cursos gratuitos de Libras

Prefeitura inicia instalação de 20 academias populares em Cachoeiro

Com regras rígidas e claras, começa propaganda eleitoral

Doze motivos para não perder o Encontro Nacional de Folia de Reis em Muqui

Santo Estevão da Hungria, devoto de Nossa Senhora

Ifes Cachoeiro seleciona para pós gratuita em rochas

Iases abre processo seletivo para contratar temporários

Conta de luz mais cara no Espírito Santo

Sobe para 80 o número de casos confirmados de malária no ES

Caminhão desgovernado invade casa em Cachoeiro de Itapemirim

Cotistas de todas idades já podem sacar PIS/Pasep

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.