Nassau negocia venda de terreno para grupo Carone

Image

O terreno da antiga fábrica de cimento, situado nas proximidades do Liceu Muniz Freire, bairro Independência, em Cachoeiro de Itapemirim, pode ser o endereço de um grande supermercado da Rede Carone.

A empresa fez proposta de compra no valor de R$ 16,19 milhões à Itabira Agro Industrial (Cimento Nassau), proprietária do terreno e precisa depositar R$ 8 milhões para concretizar a venda.

A proposta consta no processo que tramita na Justiça referente à ação civil pública movida pelo Ministério Público do Trabalho em função da difícil situação vivida pelas centenas de trabalhadores da Fábrica de Cimento Nassau, que estão sem receber desde setembro do ano passado.

A fábrica vive uma crise sem precedente. Está desativada desde dezembro de 2017 após o corte da energia elétrica e os funcionários dispensados. Só uma pequena equipe trabalha na manutenção dos equipamentos. O recurso com a venda do imóvel será utilizado para quitar parte da dívida trabalhista.

De acordo com o advogado do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil (Sintraconst-ES), Bruno Fajardo, o valor arrecadado com a venda vai aliviar a situação dos funcionários, mas não é suficiente.

Alguns trabalhadores vivem em situação difícil e precisam da ajuda de amigos e familiares para se alimentar.

Bruno explicou que há mais imóveis da fábrica postos à venda e que o sindicato tem atuado apresentando a possíveis interessados outros terrenos, com o objetivo de que sejam levantados recursos para pagar os trabalhadores.

O terreno, segundo o processo judicial, possui no total 69,1 mil metros quadrados e a proposta do Carone é referente à aquisição de uma parte de 32 mil metros quadrados, que equivale a uma área de três campos de futebol.

O juiz substituto Giovanni Antonio Diniz Guerra, da 2ª Vara do Trabalho, estabeleceu, em sua sentença, o depósito inicial de R$ 8 milhões para concretizar a venda e o parcelamento dos R$ 8,19 milhões restantes em 10 vezes. O prazo do depósito termina essa semana.

O grupo Carone não quis detalhar sobre o processo de compra do terreno, destacando apenas que as negociações da arrematação não foram finalizadas. Também não esclareceu sobre os planos da empresa para Cachoeiro de Itapemirim.



Outras Notícias


Casa & Vídeo volta ao Espírito Santo e planeja inaugurar mais quatro lojas até 2019

Seis coisas que todos precisam saber sobre câncer de mama

Mais de 50% dos adolescentes capixabas consomem produtos industriais

Unidades de saúde intensificam ações contra câncer de mama e colo do útero

Trabalhadores nascidos em outubro podem sacar o PIS

São Lucas, uma figura simpática do Cristianismo primitivo

Começa a reurbanização da Praia Central

Boleto vencido acima de R$ 100 poderá ser pago em qualquer banco

Festa da Polenta marca 40 anos de tradição em Venda Nova, ES

Homem é preso em Castelo suspeito de envenenar o filho para tentar reatar casamento

Criança que teve braço amputado em acidente será indenizada em R$ 250 mil e terá pensão vitalícia

OMS considera a obesidade a 2ª principal causa de morte no mundo

Justiça denuncia eleitor que filmou o voto e divulgou em rede social

PRF fiscalizará estradas em operação no feriado de Nossa Senhora Aparecida

Pediatras pedem uso racional de exames por imagens em crianças

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.