Nassau negocia venda de terreno para grupo Carone

Image

O terreno da antiga fábrica de cimento, situado nas proximidades do Liceu Muniz Freire, bairro Independência, em Cachoeiro de Itapemirim, pode ser o endereço de um grande supermercado da Rede Carone.

A empresa fez proposta de compra no valor de R$ 16,19 milhões à Itabira Agro Industrial (Cimento Nassau), proprietária do terreno e precisa depositar R$ 8 milhões para concretizar a venda.

A proposta consta no processo que tramita na Justiça referente à ação civil pública movida pelo Ministério Público do Trabalho em função da difícil situação vivida pelas centenas de trabalhadores da Fábrica de Cimento Nassau, que estão sem receber desde setembro do ano passado.

A fábrica vive uma crise sem precedente. Está desativada desde dezembro de 2017 após o corte da energia elétrica e os funcionários dispensados. Só uma pequena equipe trabalha na manutenção dos equipamentos. O recurso com a venda do imóvel será utilizado para quitar parte da dívida trabalhista.

De acordo com o advogado do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil (Sintraconst-ES), Bruno Fajardo, o valor arrecadado com a venda vai aliviar a situação dos funcionários, mas não é suficiente.

Alguns trabalhadores vivem em situação difícil e precisam da ajuda de amigos e familiares para se alimentar.

Bruno explicou que há mais imóveis da fábrica postos à venda e que o sindicato tem atuado apresentando a possíveis interessados outros terrenos, com o objetivo de que sejam levantados recursos para pagar os trabalhadores.

O terreno, segundo o processo judicial, possui no total 69,1 mil metros quadrados e a proposta do Carone é referente à aquisição de uma parte de 32 mil metros quadrados, que equivale a uma área de três campos de futebol.

O juiz substituto Giovanni Antonio Diniz Guerra, da 2ª Vara do Trabalho, estabeleceu, em sua sentença, o depósito inicial de R$ 8 milhões para concretizar a venda e o parcelamento dos R$ 8,19 milhões restantes em 10 vezes. O prazo do depósito termina essa semana.

O grupo Carone não quis detalhar sobre o processo de compra do terreno, destacando apenas que as negociações da arrematação não foram finalizadas. Também não esclareceu sobre os planos da empresa para Cachoeiro de Itapemirim.



Outras Notícias


Criança cai de altura de oito metros ao tentar pegar pipa em Cachoeiro

Estudante é espancada e esfaqueada por casal na porta de escola em Guaçuí

Agricultor dado como morto em Colatina 'reaparece' em Minas Gerais

Estado continua registrando novos casos de malária

Educação: 120 vagas abertas para cursos gratuitos de Libras

Prefeitura inicia instalação de 20 academias populares em Cachoeiro

Com regras rígidas e claras, começa propaganda eleitoral

Doze motivos para não perder o Encontro Nacional de Folia de Reis em Muqui

Santo Estevão da Hungria, devoto de Nossa Senhora

Ifes Cachoeiro seleciona para pós gratuita em rochas

Iases abre processo seletivo para contratar temporários

Conta de luz mais cara no Espírito Santo

Sobe para 80 o número de casos confirmados de malária no ES

Caminhão desgovernado invade casa em Cachoeiro de Itapemirim

Cotistas de todas idades já podem sacar PIS/Pasep

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.