Bancários aprovam proposta dos bancos e greve é descartada no ES

Ban

Reunidos em Assembleia Geral Extraordinária, os bancários capixabas aprovaram, nesta semana, as propostas apresentadas pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal (CEF), Banestes e Banco de Desenvolvimento do Estado (Bandes). Assim, está descartada qualquer paralisação ou greve, o que afetaria o atendimento das agências capixabas.

A proposta apresentada pela Fenaban é de reajuste salarial de 5% – aumento real de 1,18% sobre uma inflação do Instituto Nacional de Preços ao Consumidos (INPC) projetada em 3,78% – e garantia de manutenção de boa parte dos direitos previstos na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), válida para os empregados de bancos públicos e privados do Brasil. A Convenção e acordos coletivos específicos terão validade de dois anos.
O diretor do Sindicato dos Bancários do Estado (Sindibancários/ES), Carlos Pereira de Araújo (Carlão), representou os bancários capixabas e a Intersindical no Comando Nacional. Apesar de não concordar com o acordo, o dirigente sindical disse que ficar isolado num movimento grevista apenas localizado no Espírito Santo seria prejudicial para a categoria. “Diante dessa conjuntura difícil, nossa orientação na assembleia foi pela aceitação da proposta da Fenaban”, destacou Carlão.

Também foi aprovada a taxa negocial a ser cobrada dos bancários de 1,5% sobre o salário já reajustado e 1,5% sobre a Participação nos Lucros e Resultados (PLR).

Caixa
A votação da proposta do acordo específico da Caixa foi uma das mais acirradas. A proposta foi aprovada por 100 votos favoráveis contra 68 contrários e três abstenções.

Banco do Brasil
Os bancários e bancárias do Banco do Brasil também aprovaram a proposta do acordo específico, que mantém a maioria das cláusulas do atual acordo, mas retorna com o banco de horas, que será optativo.

Banestes
A proposta do Banestes também foi aprovada pelos empregados e empregadas do banco. Desde a primeira negociação, o banco tentou retirar direitos dos bancários. Foi a pressão nas rodadas de negociação que reverteu essa tentativa e garantiu também que permanecesse no acordo um grupo de estudo que irá discutir a forma de contribuição da Banescaixa.

Bandes
Os bancários do Bandes também aprovaram a proposta do banco. Foram três rodadas de negociação realizadas com o banco, que foi o único a assinar o pré-acordo. Além de todas as cláusulas já existentes, o banco propôs um aumento no valor auxílio funeral e das diárias para quem viaja a trabalho. Outra cláusula conquistada foi a garantia do auxílio-refeição para os bancários afastados por auxílio-doença. O banco fez a proposta de alterar a data do pagamento para o dia



Outras Notícias


Justiça suspende reajuste do pedágio na BR-101 previsto para a próxima semana

MPES investiga relação de 22 mortes com corrupção na Santa Casa de Guaçui

Descoberto esquema criminoso que atua na prefeitura e Câmara de Guaçui

São Bernardino de Sena, homem zeloso

Empresário cachoeirense morre após colidir em barranco

Dia D da vacinação contra a gripe será no próximo sábado (4)

Oito concorrem ao título de Cachoeirense Ausente de 2019

Governo autoriza início de obras do Caminhos do Campo em Cachoeiro de Itapemirim

Sisu abre inscrições para instituições públicas de ensino no dia 2

Cadastro Nacional de Adoção passa por atualização em projeto piloto no ES

Pastoral da Pessoa Idosa emite nota contra reforma da Previdência de Bolsonaro

Cortes de verbas para universidades federais podem indicar futura privatização

Santo Atanásio - Bispo e Doutor da Igreja

Espírito Santo registra primeira morte por supergripe em 2019

Porteiro vence as dificuldades com ajuda de alunos e passa no vestibular

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.