Governador sanciona lei que exige Cartão de Vacinação do aluno para efetivação de matrícula em escolas no Espírito Santo

Cartao

O governador Paulo Hartung sancionou, nesta quinta-feira (1º), a lei que estabelece a obrigatoriedade de apresentação do Cartão de Vacinação do aluno para matrícula nas escolas das redes pública e privada, em todo o território do Espírito Santo. A lei será publicada no Diário Oficial do Estado (DIO-ES) na próxima segunda-feira (5).

A coordenadora do Programa Estadual de Imunizações, Danielle Grillo, salienta que a escola é um local de formação para todas as áreas da vida e, para formar um cidadão, a saúde é parte importante desse processo, por isso, a Secretaria de Estado da Saúde comemora esta conquista.

“A articulação intersetorial entre Saúde e Educação nas ações de verificação da situação vacinal das crianças e dos adolescentes, bem como a ação nas escolas para orientação de famílias sobre a importância da vacinação e dos cuidados com a saúde proporcionarão resultados efetivos na prevenção das doenças”, avaliou a coordenadora.

A lei, proposta pelo Governo do Estado e aprovada pela Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales), exige que todos os alunos com até 18 anos de idade apresentem o Cartão de Vacinação para efetuar matrícula em qualquer escola da rede pública ou da rede particular do Espírito Santo que ofereça educação infantil, ensino fundamental e ensino médio.

Conforme explica a Projeto de Lei enviado à Ales, o objetivo da medida é resguardar os direitos fundamentais das crianças e dos adolescentes, dentre os quais a obrigação de promover a vacinação nos casos recomendados pelas autoridades sanitárias, conforme estabelece o art. 14 do Estatuto da Criança e do Adolescente-ECA (Lei 8.069/90).

Ainda segundo o texto do Projeto de Lei, a exigência da apresentação do Cartão de Vacinação no ato da matrícula também dará efetividade aos programas de vacinação, que se destinam a preservar o bem comum, sem que se crie com isso qualquer empecilho ao processo de matrícula, visto que este direito é preservado mediante concessão de prazos para regularização das vacinas, assim como é admitida a sua dispensa mediante recomendação médica.



Outras Notícias


Comércio de Cachoeiro-ES define o horário de Natal

Dona de casa tem 65% do corpo queimado em Cachoeiro

Uso de canudos plásticos é proibido em todo o Espírito Santo

Justiça do Trabalho de Cachoeiro de Itapemirim e Venda Nova do Imigrante levam a leilão bens da Cimento Nassau

Reunião define investimento para construção do Parque da Ilha da Luz

MPF quer que estudantes possam recorrer das notas do Enem

1.073 novas vagas para cursos técnicos

Detran|ES começa a implantar placa modelo Mercosul na segunda-feira (10)

São Nicolau - Sagrado Bispo de Mira

Mar avança sobre a orla e povo protesta por solução

HECI celebra o Dezembro Laranja

Acidente mata motociclista em Alegre-ES

Veículo, uma Hilux, estava na casa do motorista de Casagrande, no Ibes. Ele chegou a ser amarrado junto com a esposa

Polícia Civil alerta para golpes em sites de anúncios ocorridos em Cachoeiro

Transplante de órgãos: mais de 300 vidas já receberam um sim no ES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.