Governador sanciona lei que exige Cartão de Vacinação do aluno para efetivação de matrícula em escolas no Espírito Santo

Cartao

O governador Paulo Hartung sancionou, nesta quinta-feira (1º), a lei que estabelece a obrigatoriedade de apresentação do Cartão de Vacinação do aluno para matrícula nas escolas das redes pública e privada, em todo o território do Espírito Santo. A lei será publicada no Diário Oficial do Estado (DIO-ES) na próxima segunda-feira (5).

A coordenadora do Programa Estadual de Imunizações, Danielle Grillo, salienta que a escola é um local de formação para todas as áreas da vida e, para formar um cidadão, a saúde é parte importante desse processo, por isso, a Secretaria de Estado da Saúde comemora esta conquista.

“A articulação intersetorial entre Saúde e Educação nas ações de verificação da situação vacinal das crianças e dos adolescentes, bem como a ação nas escolas para orientação de famílias sobre a importância da vacinação e dos cuidados com a saúde proporcionarão resultados efetivos na prevenção das doenças”, avaliou a coordenadora.

A lei, proposta pelo Governo do Estado e aprovada pela Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales), exige que todos os alunos com até 18 anos de idade apresentem o Cartão de Vacinação para efetuar matrícula em qualquer escola da rede pública ou da rede particular do Espírito Santo que ofereça educação infantil, ensino fundamental e ensino médio.

Conforme explica a Projeto de Lei enviado à Ales, o objetivo da medida é resguardar os direitos fundamentais das crianças e dos adolescentes, dentre os quais a obrigação de promover a vacinação nos casos recomendados pelas autoridades sanitárias, conforme estabelece o art. 14 do Estatuto da Criança e do Adolescente-ECA (Lei 8.069/90).

Ainda segundo o texto do Projeto de Lei, a exigência da apresentação do Cartão de Vacinação no ato da matrícula também dará efetividade aos programas de vacinação, que se destinam a preservar o bem comum, sem que se crie com isso qualquer empecilho ao processo de matrícula, visto que este direito é preservado mediante concessão de prazos para regularização das vacinas, assim como é admitida a sua dispensa mediante recomendação médica.



Outras Notícias


Casteglione é condenado por contratações irregulares

Estudo mostra que adolescentes de faixas carentes estão mais obesos

Veículos a partir de R$ 2 mil serão leiloados pela Seger neste sábado (13)

Governo vai mudar Mais Médicos de novo, para reincorporar cubanos

Calculo da hidratação: veja o quanto de água é preciso beber no inverno

Sequela de zika em bebê pode surgir após 2 anos

Comissão do Senado aprova meia-entrada para doadores de sangue

Neurocientista brasileira da Rede Sarah recebe prêmio internacional

São Bento

Trânsito muda na região do Parque de Exposições para Festa de Cachoeiro

Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

Trânsito muda no Centro, neste sábado (29), durante Desfile Cívico Escolar

Mostra fotográfica resgata história da Festa de Cachoeiro

Diogo Nogueira é a atração do dia 29 na Festa de Cachoeiro

Governo vai lançar plano do 'gás mais barato

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.